Barra Cofina

Correio da Manhã

Exclusivos
4

Esfaqueia enteado que batia na mãe

Mulher questionava o jovem de 24 anos sobre o desaparecimento de uma salamandra em ferro. Antes levou electrodomésticos para pagar a droga.
31 de Dezembro de 2009 às 00:30
Maria José Agostinho queixa-se de ter sido esmurrada pelo filho.
Maria José Agostinho queixa-se de ter sido esmurrada pelo filho. FOTO: Ricardo Almeida

Depois de ter trocado por droga praticamente todos os electrodomésticos da casa da família, em Coimbra, um jovem de 24 anos fez desaparecer uma salamandra de aquecimento em ferro. Na noite de terça-feira, ao ser confrontado pela mãe, tentou agredi-la e foi esfaqueado pelo padrasto, que saiu em defesa da mulher. "Foi o limite. Perdi-me", contou ontem ao CM o padrasto Gilberto Guedes, de 54 anos, que usou uma faca de cozinha para o agredir.

Atingido no abdómen, Pedro Pinto, a vítima, foi submetida a uma intervenção cirúrgica já na madrugada de ontem, no Hospital dos Covões, e encontra-se estável.

'Foi o caos', diz a mãe, Maria José Agostinho, ao referir-se à noite de terça-feira. Eram 23h00 quando confrontou o filho com o desaparecimento da salamandra, que tinha sido emprestada à família pelo seu patrão. 'Ele começou logo aos gritos e virou-se a mim, dando-me empurrões', descreve a mulher, ao lembrar que já foi agredida 'a soco' pelo filho em outras alturas.

Mas nunca imaginou aquele desfecho. O padrasto, que, segundo diz, 'tantas tem aguentado e tão paciente tem sido', desta vez 'exaltou-se a sério'. Maria José só se lembra de o ouvir repetir várias vezes a frase 'não pode ser!' Acto contínuo, dirigiu-se à cozinha, retirou da gaveta uma faca 'normalmente usada para cortar carne' e atingiu Pedro no abdómen.

'Foi em desespero', classifica a mãe da vítima, ao lembrar 'o tormento' por que tem passado com o filho. 'Estou nas últimas. Não aguento mais. Ralhamos todos os dias e ele sempre a levar coisas de casa', afirma transtornada, ao lembrar que Pedro Pinto já tirou da habitação praticamente todos os electrodomésticos , desde o ferro de engomar à arca frigorífica. Até a roupa de cama desaparece.

A situação agravou-se desde que a família foi viver para Casais há dois anos. A mãe aponta o dedo às 'más companhias' do filho.

PORMENORES

FACA DE 20 CENTÍMETROS

A faca usada tem uma lâmina de cerca de 20 centímetros e foi apreendida pela PJ de Coimbra, que investiga.

IRMÃO 'ABISMADO'

David Guedes, irmão do agressor, está 'abismado' com a situação. Nunca o imaginou a fazer uma coisa daquelas. Mas sabe o que tem passado, porque já teve um filho toxicodependente.

ESQUIZOFRENIA

A vítima, além de ser toxicodependente, também sofre de esquizofrenia. 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)