Barra Cofina

Correio da Manhã

Exclusivos
3

Fisco penhora contas do Sporting

A administração fiscal penhorou as contas bancárias do Sporting devido a dívidas ao Fisco. Tratam-se das contas do clube e não da SAD, pelo que os últimos negócios de transferências de jogadores, que tiveram lugar na semana passada, não estão ameaçados.
5 de Setembro de 2005 às 13:00
Em causa está uma dívida de 2,7 milhões de euros. Dívida essa que os ‘leões’ dizem não compreender e que o presidente do Conselho Fiscal do clube, Ernesto Ferreira da Silva, nega categoricamente.
Segundo o jornal ‘Semanário Económico’ avançou no mês passado, o Sporting terá sido notificado em Maio para proceder ao pagamento da dívida. Contudo, os ‘leões’ alegaram que a notificação não explicava quais os impostos em dívida, as datas em causa e que meios de defesa o clube tinha ao seu dispor. Dessa forma, o Sporting tomou uma posição de força e requereu ao Tribunal Administrativo e Fiscal de Lisboa que intimasse as Finanças a passarem uma certidão que indicasse de forma explícita os dados em falta. A resposta da Administração Fiscal foi a penhora das contas ‘leoninas’.
A contestação a esta iniciativa das Finanças, apurou o CM, vai ser o tema forte da conferência de Imprensa que hoje, pelas 18h00, junta em Alvalade Dias da Cunha, presidente do Conselho Directivo do Sporting e também da SAD, Ernesto Ferreira da Silva, presidente do Conselho Fiscal, e Miguel Galvão Telles, presidente da Mesa da Assembleia Geral. Os três líderes dos órgãos sociais do clube vão insistir na ideia de que a situação fiscal está regularizada e exigir às Finanças que esclareça a que dívidas se refere e a que anos dizem respeito.
DESIGUALDADE
Fonte ‘leonina’ frisou ao CM que o clube vai explicar “tintim por tintim este conflito”, com um discurso duro para com a máquina fiscal. Os responsáveis do Sporting vão salientar é aquilo que consideram ser uma desigualdade entre o contribuinte e o Fisco. No entender do Sporting, caso o Fisco se engane nunca é penalizado pelos seus erros, nem o contribuinte ressarcido pelos danos causados. Já se for o contribuinte a falhar, este terá de pagar as dívidas acrescidas de multa e juros de mora.
24 MILHÕES DE EUROS NO TOTAL
São 24 milhões de euros que os clubes da Liga e Liga de Honra devem ao Fisco. Segundo o ‘Semanário Económico’ revelou a 19 de Agosto, estas dívidas foram contabilizadas entre 31 de Maio de 1998 e o primeiro semestre deste ano. Os valores em causa são, assim, posteriores ao ‘Totonegócio’ e, ainda segundo o jornal, dizem respeito sobretudo a retenções na fonte de IRS de jogadores e funcionários que nunca foram entregues ao Estado e de IVA relativo a transferências e receitas de bilheteira ou publicidade. Além do Sporting, também Benfica, Boavista, Rio Ave, Estrela da Amadora, entre outros. Entre os ‘grandes’, só o FC Porto não regista qualquer dívida posterior a 1998. Apesar das dívidas fiscais poderem impedir a inscrição nos campeonatos profissionais, a verdade é que, com a excepção do Alverca e Felgueiras na Liga de Honra, todos os clubes conseguiram apresentar junto da Liga de Clubes a declaração comprovativa da situação fiscal regularizada. Além das inscrições, as dívidas ao Fisco ou à Segurança Social também podem levar a Liga a impedir os clubes de registarem os contratos de novos jogadores ou renovações com actuais atletas dos respectivos plantéis.
"SITUAÇÃO ESTÁ REGULARIZADA"
Ernesto Ferreira da Silva, presidente do Conselho Fiscal do Sporting, garante que o clube de Alvalade nada deve ao Fisco.
“A situação contributiva do Sporting está integralmente regularizada, quer antes de 1996, através do Plano Mateus, quer posteriormente a 1996. Quero dizer isto de forma muito clara”, sublinhou ontem o dirigente dos ‘leões’ ao CM, remetendo mais esclarecimentos para hoje, na conferência de Imprensa que vai juntar os três presidentes dos órgãos sociais do Sporting.
Os problemas fiscais dos clubes de futebol estão, de resto, a suscitar a preocupação do Governo. O secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, João Amaral Tomaz, garantiu no mês passado que as dívidas têm de ser pagas e ameaçou mesmo accionar um mecanismo que permita cobrar aos dirigentes os valores que os clube não regularizam.
“Não há contribuintes de primeira e de segunda. Os clubes de futebol são tratados em perfeita igualdade com qualquer contribuinte”, frisou o governante.
SOLTAS 'LEONINAS'
ESTREIA NA TAÇA DOS CAMPEÕES RECORDADA
O Sporting, através do seu ‘site’ oficial, recordou que ontem foi assinalada a passagem de 50 anos sobre o primeiro jogo da Taça dos Campeões Europeus, no qual o Sporting defrontou o Partizan (3-3) no Jamor.
REGRESSO AO TRABALHO A PENSAR NO DÉRBI
O plantel do Sporting regressa esta manhã, pelas 09h30, ao trabalho, com uma sessão de treinos agendado para a Academia de Alcochete, já a pensar no dérbi de sábado com o Benfica. Entre as prioridades do ‘leão’ está o total restabelecimento de Custódio e Luís Loureiro.
'LEÕES' COM CASA CHEIA PARA RECEBER RIVAL
A venda de bilhetes para o Sporting-Benfica continua a decorrer a muito bom ritmo, estimando os responsáveis ‘leoninos’ lotação esgotada para o dérbi alfacinha.
PRÉMIO PARA O ADEPTO MILHÃO E QUINHENTOS
O clássico de sábado, entre outras particularidades, deverá servir para o Sporting ultrapassar a fasquia do milhão e quinhentos mil espectadores a assistir ao vivo a encontros no palco de Alvalade. Os responsáveis verde-e-brancos vão premiar o adepto que atingir a referida marca. Assim, o mesmo será levado ao centro do relvado para aí receber algumas oferendas referentes ao universo ‘leonino’.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)