Fraude com terapias "a mando de padre" em Santarém

Funcionário Pedro Moreira e cónego José Graça trocam acusações sobre esquema que lesou o Estado em 200 mil euros.
Por João Nuno Pepino|17.01.19
Notícia exclusiva para assinantes. Para ler faça Login ou AssineSaiba mais aqui.
Dois arguidos, duas versões completamente opostas dos mesmos factos, num processo em que um padre e um antigo terapeuta do Centro Social Interparoquial de Abrantes (CSIA) estão acusados, e já começaram ontem a ser julgados, por burla qualificada e falsificação de documentos. Acusaram-se mutuamente pelos crimes. Em causa, ...
Exclusivos CMEste artigo é exclusivo para Assinantes Correio da Manhã
Se já é Assinante, faça o seu loginouAssine 1 mês por 1€.
Para ler TODOS OS EXCLUSIVOS CM de hoje por 0.60€ + IVA
Obtenha o seu código de acesso com uma simples chamada telefónica
ou
UTILIZE O 
Assine agora o Correio da Manhã Digital
  • Assine Acesso integral ao Correio da Manhã ePaper (tal como é impresso em papel, veja exemplo)
  • AssineAcesso ilimitado a todo o site do Correio da Manhã.
  • AssineTodos os exclusivos, opinião e análise da edição em papel.
Saiba mais
Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!