Barra Cofina

Correio da Manhã

Exclusivos

Gang armado fica em liberdade

Detidos tinham sinais exteriores de riqueza. PSP apreendeu-lhes armas, munições e dinheiro.
12 de Fevereiro de 2011 às 00:30
PSP prendeu os quatro suspeitos ao princípio da manhã e apresentou-os logo ao Tribunal do Barreiro
PSP prendeu os quatro suspeitos ao princípio da manhã e apresentou-os logo ao Tribunal do Barreiro FOTO: Manuel Moreira

O Ministério Público do Barreiro entendeu nem sequer apresentar a juiz três homens e uma mulher presos ontem pela PSP por suspeitas de tráfico de armas. Os quatro suspeitos, que aguardam julgamento em liberdade, viviam com evidentes sinais de riqueza, apesar de oficialmente subsistirem com o Rendimento Social de Inserção.

Os detidos, dois irmãos, a mulher de um deles e o sogro do outro, têm idades entre os 30 e os 55 anos e residem todos no Barreiro. A Esquadra de Investigação Criminal da PSP do Barreiro apreendeu nas três casas dos detidos quatro caçadeiras e uma pistola de calibre 9 milímetros.

Os agentes apreenderam ainda cerca de 500 munições, dos mesmos calibres das armas. Os quatro detidos guardavam ainda em casa perto de três mil euros cuja proveniência não foi possível apurar. A Esquadra de Investigação Criminal do Barreiro investigava o grupo desde 2009. Ao longo do tempo foram recolhidos indícios sobre actividade criminosa ligada ao tráfico de armas.

Os três homens e a mulher faziam-se transportar em carros de alta cilindrada e davam sinais de riqueza. O procurador que ontem ouviu os quatro detidos entendeu porém fazer baixar o caso a inquérito. Todos aguardam julgamento em liberdade, com Termo de Identidade e Residência.

PSP GANG BARREIRO TRIBUNAL
Ver comentários