Guterres falha entrega de rendimentos no TC

Ex-primeiro-ministro tinha 60 dias para apresentar dados, por ser conselheiro de Estado.
Por Débora Carvalho|26.09.16
Notícia exclusiva para assinantes. Para ler faça Login ou AssineSaiba mais aqui.
Guterres falha entrega de rendimentos no TC
António Guterres tem estado em campanha pela candidatura a secretário-geral da ONU e foi a Nova Iorque com Jorge Sampaio (à esq.) e Marcelo Rebelo de Sousa Foto Nuno Veiga/Lusa
O Tribunal Constitucional (TC) vai notificar o antigo primeiro-ministro António Guterres por não ter entregue a declaração de rendimentos a que está legalmente obrigado por ocupar um cargo de conselheiro de Estado.Os juízes do Palácio Ratton vão agora notificar o membro do Conselho de Estado para que este ...
Exclusivos CMEste artigo é exclusivo para Assinantes Correio da Manhã
Se já é Assinante, faça o seu loginouAssine 1 mês por 1€.
Para ler TODOS OS EXCLUSIVOS CM de hoje por 0.60€ + IVA
Obtenha o seu código de acesso com uma simples chamada telefónica
ou
UTILIZE O 
Assine agora o Correio da Manhã Digital
  • Assine Acesso integral ao Correio da Manhã ePaper (tal como é impresso em papel, veja exemplo)
  • AssineAcesso ilimitado a todo o site do Correio da Manhã.
  • AssineTodos os exclusivos, opinião e análise da edição em papel.
Saiba mais
Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!
Comentário mais votadoEscreva o seu comentário
  • De sword26.09.16
    o sr anda ocupado com a candidatura ao próximo cargo que este assunto é-lhe irrelevante. <br/>vejo é que sejam direita, centro ou esquerda, debatem e lançam leis afim de "regular o funcionamento" e eles próprios dão estas calinadas. interessante ver que coima será adicionada.
1 Comentário
  • De sword26.09.16
    o sr anda ocupado com a candidatura ao próximo cargo que este assunto é-lhe irrelevante.
    vejo é que sejam direita, centro ou esquerda, debatem e lançam leis afim de "regular o funcionamento" e eles próprios dão estas calinadas. interessante ver que coima será adicionada.
    Responder
     
     0
    !