Barra Cofina

Correio da Manhã

Exclusivos
3

Incendeiam loja com donos dentro

Gang usou cocktails molotov para fazer explodir espaço comercial. Proprietários estavam no local e foram retirados das chamas pelos bombeiros.
17 de Setembro de 2011 às 00:30
Inspectores da Polícia Judiciária passaram a pente fino o que restava da loja atacada durante a madrugada de ontem. Moradores de Corroios estavam perplexos
Inspectores da Polícia Judiciária passaram a pente fino o que restava da loja atacada durante a madrugada de ontem. Moradores de Corroios estavam perplexos FOTO: Manuel Vicente

A loja Rose Fashion abria portas ontem de manhã em Corroios, no Seixal, mas um ataque de um gang que usou cocktails molotov destruiu por completo aquelas instalações durante a madrugada. "Íamos morrendo queimados", lamentava ao CM o proprietário Elmito Aires Filho.

Este foi mais um episódio da violência que tem assolado a Margem Sul nos últimos dias – na quinta-feira um homem de 73 anos foi assassinado num assalto dentro da própria casa e uma loja de compra e venda de ouro foi assaltada à mão armada por três encapuzados, anteontem, em plena luz do dia (ver caixas).

Em Corroios, quando o gang arremessou os engenhos incendiários – pelo menos dois – contra aquela que ia ser uma loja de perfumes e produtos de beleza, não sabia que no interior estavam os proprietários a preparar a abertura da loja. Elmito e a mulher, Rosalba, ficaram encurralados pelo fogo. "Telefonámos aos bombeiros e eles é que nos tiraram pelo quintal. Estava tudo a arder. Mais pessoas podiam ter morrido."

Sete moradores do prédio por cima da loja tiveram de ser resgatados. Todas as garrafas de gás foram retiradas. Um susto para os habitantes, que acordaram com um "estrondo". "Foi uma aflição. Vim à janela quando ouvi a explosão e as labaredas eram enormes", explicou Eduardo Silva, que vive no primeiro andar. A Polícia Judiciária de Setúbal já está a investigar. Vários investigadores estiveram ontem a realizar perícias na loja destruída pelo fogo.

"A polícia perguntou-me se eu tenho inimigos, porque acreditam em vingança. Eu acredito mais em vandalismo. Isto nunca me aconteceu. A nossa sorte é que a nossa filha de sete anos não estava connosco. Podia ter sido uma tragédia", continua Elmito, desolado.

Ao que o CM apurou junto de fonte policial, há relatos de moradores que viram dois homens com um capuz a lançar os engenhos incendiários e a fugirem num carro escuro. Não estão para já identificados.

ENCAPUZADOS INVADEM LOJA DE OURO

Três ladrões encapuzados invadiram anteontem à tarde a loja de compra e venda de ouro Two Gold, na zona da Cova dos Vidros, em Quinta do Conde, Sesimbra. Levaram mais de mil euros, algumas peças de ouro e relógios. Depois puseram-se em fuga. A funcionária foi ameaçada de morte, mas não sofreu ferimentos. Não é a primeira vez que o estabelecimento é atacado. A Judiciária de setúbal está a investigar. n m.p./m.c.

PRESO COM REBOQUE ROUBADO À EX-PATROA

Um homem de 34 anos foi preso ontem de madrugada pela GNR do Pinhal Novo, Palmela, ao entrar numa sucata com um semi-reboque furtado na empresa de camionagem onde havia trabalhado. Foi a ex-patroa que o denunciou à GNR, tendo o homem confessado que pretendia desmantelar a viatura para posterior revenda.

O furto do semi-reboque ocorreu na madrugada de quinta-feira, na empresa de camionagem TDL, em Palmela. Pela 01h00 de ontem, na Estrada Municipal 1029, Pinhal Novo, a dona da TDL viu o semi-reboque a ser conduzido por um tractor de camião. Chamou de imediato a GNR, tendo seguido o pesado até à empresa de sucata Resisprefil, perto do Pinhal Novo. O condutor do pesado (ex-funcionário da empresa) e três búlgaros, de 22, 29 de 38 anos, foram presos. O dono da sucateira negou saber que o veículo era furtado. A GNR vai continuar a investigar o caso.

IDOSO ASFIXIADO POR ASSALTOS SERÁ ENTERRADO AMANHÃ

António Macedo, assassinado quinta-feira de manhã por três ladrões na sua própria casa, na Sobreda, em Almada, foi autopsiado ontem à tarde e vai ser enterrado amanhã no Feijó. A mulher, Teresa, continua em estado de choque com a morte trágica do marido. A família está agora a apoiá-la.

Quanto aos assaltantes, continuam a monte, procurados pela Polícia Judiciária. A investigação prossegue.

margem sul gang loja proprietários bombeiros
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)