Barra Cofina

Correio da Manhã

Exclusivos

Jorge Jesus arrisca 9 meses de fora

Águias vão recorrer para o Conselho de Justiça da FPF.
12 de Março de 2011 às 00:30
BENFICA, JORGE JESUS, RUI COSTA, NACIONAL, ESTÁDIO DA LUZ, CONSELHO DE JUSTIÇA
BENFICA, JORGE JESUS, RUI COSTA, NACIONAL, ESTÁDIO DA LUZ, CONSELHO DE JUSTIÇA FOTO: Francisco Paraíso

Jorge Jesus deve ser suspenso pela Comissão Disciplinar (CD) da Liga entre 23 dias e 9 meses, por ter agredido Luís Alberto após o Benfica-Nacional (4-2) disputado no dia 22 de Janeiro, na Luz. Segundo soube o CM, a CD já converteu o processo de inquérito em disciplinar e concluiu que em causa esteve uma agressão que, além da suspensão, implica uma multa de 2500 a 25 000 euros.

O Benfica já sabe que o caso não foi arquivado e vai ser notificado nos próximos dias dos ilícitos em que incorre Jorge Jesus. Segundo fonte do clube, o técnico não irá conformar--se com qualquer suspensão e irá recorrer para o Conselho de Justiça da FPF. Antes, porém, Jesus vai responder à acusação e voltar a apresentar testemunhas que corroborem a sua versão de que não agrediu Luís Alberto. O próprio jogador dos madeirenses, aliás, confirmou o que o técnico disse, tal como Rui Costa, Shéu, Javi García, Weldon e Jara, todos ouvidos na fase de inquérito.

O médio do Nacional, que o CM não conseguiu contactar, deve ser acusado de difamação e tentativa de agressão e pode ser suspenso entre um mês e um ano e multa de 1250 a 6250 euros. A instrutora do processo Jorge Jesus/Luís Alberto foi Maria João Soares Ribeiro, advogada com pós-graduação em Direito Desportivo. Está ligada à área da Comunicação e Relações Públicas. É filha de um dos maiores especialistas nacionais em Direito do Trabalho, João Soares Ribeiro. A relatora foi Isabel Lestra Gonçalves, membro da CD. Reside em Braga e é sócia de um gabinete de advogados.

10 MILHÕES POR SALVIO

Luís Filipe Vieira está a tentar convencer o Atlético de Madrid a baixar o preço de Salvio, jogador de 20 anos avaliado em 15 milhões de euros. Os encarnados já pagaram 2,5 milhões por 20% do passe e querem agora garantir o extremo a título definitivo (está emprestado até Maio) por mais 10 milhões. Segundo apurou o CM junto de fontes próximas dos colchoneros, este foi o principal propósito da deslocação que o presidente das águias efectuou na semana passada a Madrid, tendo-se avistado com o líder do Atlético, Enrico Cerezo.

BENFICA JORGE JESUS RUI COSTA NACIONAL ESTÁDIO DA LUZ CONSELHO DE JUSTIÇA
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)