Barra Cofina

Correio da Manhã

Exclusivos
7

Passos e Rangel estão taco-a-taco

Pedro Passos Coelho arranca na corrida pela liderança do PSD com uma ligeira vantagem sobre Paulo Rangel, enquanto Aguiar-Branco parte em último lugar.
20 de Fevereiro de 2010 às 00:30
Aguiar-Branco, Pedro Passos Coelho e Paulo Rangel disputam sucessão de Manuela Ferreira Leite
Aguiar-Branco, Pedro Passos Coelho e Paulo Rangel disputam sucessão de Manuela Ferreira Leite FOTO: Fotomontagem CM

Mas se Marcelo Rebelo de Sousa decidisse entrar na disputa seria o candidato preferido dos eleitores.

De acordo com uma sondagem CM/Aximage, Pedro Passos Coelho reúne 41,9 por cento das preferências dos inquiridos. Mas Paulo Rangel está logo atrás, com 37,1 por cento. Já Aguiar-Branco, que ontem apresentou a sua candidatura (ver caixa), conquistou apenas 12 por cento das preferências.

Dentro do eleitorado do PSD, o cenário não difere: 40,8 por cento dos inquiridos que votaram no PSD nas últimas legislativas preferem Passos Coelho, enquanto 40,7 por cento nomearam Paulo Rangel. Uma diferença que, por se situar dentro da margem de erro da sondagem, revela um empate técnico entre os dois candidatos.

Pedro Passos Coelho é, aos olhos dos portugueses inquiridos, o candidato mais simpático e mais honesto. Aliás, 34,3 por cento afirmaram que, entre os três candidatos, confiaria mais em Passos Coelho para comprar um carro em segunda-mão.

Mas se a corrida à liderança do PSD fosse alargada a cinco candidatos Marcelo Rebelo de Sousa seria, segundo 46,7 por cento dos inquiridos, o melhor líder do PSD, seguido de Rui Rio, com 25 por cento. Os inquiridos que aprovam a actuação de Manuela Ferreira Leite preferem Paulo Rangel para líder do PSD.

'SOU CANDIDATO A PRIMEIRO-MINISTRO DE PORTUGAL'

O líder parlamentar do PSD, José Pedro Aguiar-Branco, apresentou ontem no Porto a sua candidatura à presidência do partido e garantiu que não é um candidato da 'tendência' nem da 'clientela'.

Contra a divisão no seu partido, Aguiar-Branco assegurou que não irá perder tempo 'com eventuais traições deste ou com eventuais interesses daquele', numa referência a Paulo Rangel. Aguiar-Branco deixou claro que é 'candidato a primeiro-ministro de Portugal' e recordou que é militante do PSD desde o início.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)