Barra Cofina

Correio da Manhã

Exclusivos
8

Pedroso tem de ser julgado

"Não há margem para dúvidas de que Paulo Pedroso tem de ser julgado”. As palavras são do advogado das vítimas da Casa Pia, António Pinto Pereira, que não desiste de sentar o deputado socialista no banco dos réus. Nesse sentido, ontem, o causídico requereu ao Tribunal da Boa-Hora que seja extraída uma certidão com as declarações prestadas por Carlos Silvino sobre Paulo Pedroso, e enviada para a Relação de Lisboa, onde está pendente o recurso sobre a não pronúncia do deputado.
28 de Dezembro de 2004 às 13:00
“Para mim, é indiscutível que existem factos suficientes para levar Paulo Pedroso a julgamento”, disse Pinto Perreira ao CM, explicando que este requerimento tem como objectico “fortalecer” o recurso interposto pela Casa Pia contra a decisão da juíza Ana Teixeira e Silva em não pronunciar o deputado socialista. Aliás, uma decisão que merece duras críticas por parte do advogado: “Paulo Pedroso foi afastado do despacho de pronúncia de uma forma absurda. O que esteve na origem da sua não pronúncia foram os mesmos factos que levaram à pronúncia dos outros arguidos”.
Pinto Pereira considera, por isso, que as recentes declarações de Carlos Silvino – na última audiência, ‘Bibi’ contou ao tribunal que viu o ex-ministro em casas de Elvas e Lisboa, onde terão ocorrido abusos sexuais – têm de ser dadas a conhecer aos desembargadores que irão analisar a não pronúncia do deputado. “ Há elementos que permitem demonstrar que ele teve envolvido nos factos. E as declarações de Carlos Silvino são mais uma prova que deve ser levada em conta”, afirmou Pinto Pereira ao CM.
“PROPAGANDA”
Confrontado com o pedido do representante das vítimas da Casa Pia, João Pedroso, irmão e advogado de Paulo Pedroso, referiu: “A existir tal requerimento, não faz qualquer sentido. É uma mera manobra de propaganda do signatário, a que responderemos no processo”.
Recorde-se que a defesa de Paulo Pedroso já fez saber que pretende apresentar uma queixa-crime por difamação contra Carlos Silvino. Em causa estão as últimas declarações prestadas por ‘Bibi’ em julgamento, e que incriminam o deputado.
O QUE DISSE CARLOS SILVINO
“Na primeira vez que fui a Elvas, deixei os miúdos ao pé de um contentor. Quem os recebeu foi a dona Gertrudes. Nessa altura, estavam lá Paulo Pedroso, Hugo Marçal, Carlos Cruz, Diniz, o médico Camisão, Carlos Mota e mais pessoas”.
“Também vi Paulo Pedroso em Elvas e na casa dos “R” (Lisboa). Pedroso, Ritto, Carlos Mota e Vítor de Sousa e mais gente estavam muito bem vestidos. Devia ser uma festa de arromba”.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)