Barra Cofina

Correio da Manhã

Exclusivos
9

Pega em faca e mata o marido

Farta de ser agredida em casa, Irene de 22 anos assassinou o companheiro, de 21, com facada no pescoço. Presente a tribunal foi posta em liberdade.
16 de Janeiro de 2010 às 00:30
Irene e André viviam juntos há quatro anos e têm uma filha de quatro anos que assistia às discussões do casal. Familiares e amigas uniram-se ontem junto ao Tribunal de Loures
Irene e André viviam juntos há quatro anos e têm uma filha de quatro anos que assistia às discussões do casal. Familiares e amigas uniram-se ontem junto ao Tribunal de Loures FOTO: João Miguel Rodrigues

A viver juntos na Quinta da Fonte há quatro anos, Irene e André discutiam quase todas as noites. A troca de insultos e agressões entre o jovem casal terminava sempre da pior maneira. Com socos e pontapés à mistura e à frente da filha de apenas quatro anos. Ontem de madrugada, cansada de tanta de violência, a mulher de 22 anos terminou mais uma troca de palavras com uma facada no pescoço do companheiro. André, de 21 anos, caiu e acabou por morrer envolto numa poça de sangue.

Assustada, a mulher de 22 anos largou a faca de cozinha e dirigiu--se a casa da mãe, que mora no apartamento ao lado. 'Ela chegou a casa em pânico e a chorar. Até queria matar-se', conta uma irmã. Há muito que Irene era vítima de violência doméstica e o sofrimento de anos contou para a liberdade concedida pelo Tribunal de Loures.

'Uma vez a minha irmã apareceu com os dentes todos partidos. Nunca se queixou de que ele lhe batia, mas tinha muitas marcas disso. Era uma tristeza e agora terminou assim', relata a familiar. André trabalhava na construção civil e Irene está desempregada e a estudar à noite.

'DISCUTIAM À NOITE E PARTIAM COISAS'

Ontem os vizinhos de Irene e André estavam ainda incrédulos com a violência da madrugada, na Quinta da Fonte, Loures. Uma vizinha contou ao CM que ouviu muitos gritos durante a noite. 'Acordei com o aparato e uma grande discussão. Insultaram-se várias vezes e depois dava a impressão de que partiam coisas. Mas não foi só ontem', explicou. Os moradores dizem ainda que o casal não tinha respeito pela menina de apenas quatro anos que assistia às agressões entre os dois. 'Eles gritavam e lutavam todos os dias, apesar de serem muito jovens', garante a vizinha.

PORMENORES

SETE IRMÃOS

Irene tem mais seis irmãos. Vive ao lado da casa da mãe e da irmã. Foi lá que foi pedir ajuda após ter matado o marido com uma facada.

FAMÍLIA VIOLENTA

De acordo com vários moradores, André já tem um histórico familiar de agressões e violência doméstica.

POLÍCIA JUDICIÁRIA

Irene foi detida pela Polícia Judiciária. Vários agentes da PSP foram chamados ao local. O corpo foi retirado de manhã.

Ver comentários