PJ procura portátil de Carina

Investigadores procuram indícios no computador que expliquem o desaparecimento.
23.05.10
  • partilhe
  • 0
  • +
PJ procura portátil de Carina
Carina está desaparecida há 23 dias. Os bombeiros pararam as buscas e a família desespera Foto Nuno F. Veiga

A Polícia Judiciária está à procura do computador portátil que Carina Isabel Ferreira, de 21 anos, normalmente usava. O objectivo é tentar descobrir indícios que expliquem o desaparecimento da jovem de Lamego, que foi vista pela última vez há 23 dias. O computador, que pertencia ao Clube de Caça e Pesca do Alto Douro, na Régua, local de trabalho da Carina, estava sempre com a jovem.

'Era onde ela fazia todo o trabalho e levava-o sempre para casa. Também não sabemos onde é que o computador está', contou ao CM um colega de trabalho de Carina. O portátil era apenas usado pela jovem e, apesar de ser utilizado no âmbito da sua função como recepcionista do ginásio daquele clube da Régua, acredita-se que ali possa haver informações pessoais.

'Tínhamos plena confiança nela e no trabalho dela, por isso era normal ela andar sempre com o portátil', acrescentou o colega. O facto de poder constar no histórico do computador contactos ou mensagens trocadas entre Carina e outras pessoas, através da internet, é o motivo que leva a PJ a tentar descobrir o aparelho.

Caso seja encontrado o portátil, a informação armazenada pode ser uma pista para se conhecer o paradeiro da jovem e a razão do seu desaparecimento na noite de 1 de Maio. Numa altura em que a PJ afasta a tese de acidente e abandonou as buscas para encontrar o carro e/ou a jovem no rio Douro e afluentes, a investigação centra-se agora na vida de Carina, que está a ser passada a pente-fino.

'Não acredito que alguém lhe quisesse fazer mal nem que se foi embora de livre vontade. Parece que foi um dia errado, porque ela não tinha de trabalhar nesse dia mas comprometeu-se a ajudar a amiga', opinou o colega de trabalho. Os pais de Carina continuam a remeter-se ao silêncio ao longo da investigação.

PORMENORES

DESAPARECIMENTO

A jovem de Lamego foi vista pela última vez na noite de 1 de Maio, quando saía de casa em direcção à A24. Ia ajudar uma amiga numa festa no Clube de Caça da Régua.

MISTÉRIO

Família e amigos são unânimes em descrever Carina como simpática, trabalhadora e bem-disposta. Não terá inimigos nem andava estranha nos últimos dias.

TELEMÓVEIS

No dia em que desapareceu, Carina estava com os dois telemóveis. Um dos aparelhos ficou logo desligado; o outro deixou de dar sinal dois dias depois do desaparecimento.

BUSCAS NO RIO

A Judiciária procurou Carina no rio Douro e afluentes durante dois dias. Foi encontrado, via uma sonda dos bombeiros, um carro no fundo do rio, mas a matrícula não era a mesma da do Peugeot 106 da jovem.

 

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!