Prateleira de luxo para Rui Pedro Soares

Envolvido nas escutas da ‘Face Oculta’ está nos investimentos da PT. PortugalTelecom confirma que Rui Pedro Soares é alto funcionário dos Investimentos Internacionais. Com direito a carro e secretária da empresa.
24.11.10
  • partilhe
  • 0
  • +
Prateleira de luxo para Rui Pedro Soares
Negócios internacionais da PT estendem-se ao Brasil e a África Foto Natália Ferraz

Rui Pedro Soares é alto funcionário da Portugal Telecom - Investimentos Internacionais (PT II). O ex--administrador executivo da PT caído em desgraça pelo envolvimento mediático nas escutas do processo ‘Face Oculta’, relacionadas com o caso PT-TVI, ocupa hoje um lugar discreto na PT II, mantendo o direito a carro de empresa e a secretária pessoal, com um salário na ordem dos 10 mil euros mensais. Fonte oficial da PT desmente ao Correio da Manhã que Rui Pedro Soares seja director da empresa: "É neste momento funcionário, isso podemos confirmar."

A PT II funciona na Fontes Pereira de Melo, onde fica o gabinete de Rui Pedro Soares. A empresa tem como principal actividade os negócios internacionais, contando, entre outros administradores, com o gestor e actual deputado do CDS Pedro Brandão Rodrigues. Com início de actividade em 1 de Janeiro de 2004, desenvolve ainda "actividades de consultoria, científicas, técnicas e similares".

Na altura em que foi criada, foi anunciado que a Portugal Telecom Investimentos Internacionais iria incorporar a gestão da PT Brasil, a PT Ventures e PT Móveis.

"Rui Pedro Soares trabalha na PT II mas não é director", garante ao CM fonte oficial da Portugal Telecom. "É apenas um funcionário", acrescenta a mesma fonte. Um funcionário especial, que foi administrador executivo da PT. Agora sem funções operacionais, tem direito à remuneração de um director, incluindo ainda uma assistente pessoal e um carro da empresa.

O EXECUTIVO QUE FOI DO PS

A nomeação de Rui Pedro Soares como administrador executivo da holding Portugal Telecom em 2006 foi interpretada como uma escolha ligada ao Governo. Rui Pedro Soares era do Partido Socialista e amigo do primeiro-ministro, José Sócrates. Mais: 2006 tinha sido o ano em que Henrique Granadeiro assumiu a presidência executiva, acumulando com a não executiva.

Com 36 anos, foi acumulando cargos e funções até ao surgimento das notícias sobre escutas que o envolviam no caso PT-TVI. Em Julho deste ano, o Tribunal da Relação de Lisboa deu razão a Rui Pedro Soares na providência cautelar interposta em Fevereiro para evitar a publicação de declarações suas no semanário ‘Sol’. A indemnização a pagar ascende a 750 mil euros, mas o agora funcionário da PT diz estar disposto a ficar dono do jornal.

 

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!