Barra Cofina

Correio da Manhã

Exclusivos
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já

Professores custam mais 600 milhões/ano

Descongelar carreira docente com pagamento integral dos novos escalões custaria tanto quanto o que o Estado prevê gastar em toda a Função Pública.
Bernardo Esteves 30 de Outubro de 2017 às 01:30
Docentes exigem a reposição integral dos salários. A Fenprof admite negociar o faseamento
Professores
Sala de Aula
Sala de Aula
Docentes exigem a reposição integral dos salários. A Fenprof admite negociar o faseamento
Professores
Sala de Aula
Sala de Aula
Docentes exigem a reposição integral dos salários. A Fenprof admite negociar o faseamento
Professores
Sala de Aula
Sala de Aula
Descongelar a carreira para todos os professores, devolvendo as progressões perdidas nos últimos sete anos e atualizando integralmente os salários, custaria 600 milhões de euros ao Estado. É tanto quanto o valor que o Governo pretende gastar com o descongelamento das carreiras de toda a Função Pública em 2018 e 2019.

Exclusivos

Assinatura Digital

Acesso ao e-paper, a todos os conteúdos exclusivos do site no pc, tablet e smarphone
Assine já 1 mês/1€
Para ler este e todos os EXCLUSIVOS DE HOJE no site por 0.60€ + IVA Obtenha o seu código de acesso com uma simples chamada telefónica

ou
UTILIZE O
Ver comentários
Hoje nas bancas
Capa do Dia
A primeira página do Correio da Manhã e o acesso ao e-paper Ver todas as
primeiras páginas
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)