Barra Cofina

Correio da Manhã

Exclusivos
6

Sónia Brazão: Álcool e muitos comprimidos

Ingestão excessiva podia ter causado morte da actriz. Relatório final nas mãos do Ministério Público.
23 de Setembro de 2011 às 01:00
Inspectores da Polícia Judiciária acreditam na tese de suicídio
Inspectores da Polícia Judiciária acreditam na tese de suicídio FOTO: Mariline Alves

O relatório final da Polícia Judiciária não deixa margem para dúvidas: antes da explosão do seu apartamento, Sónia Brazão estava alcoolizada e tinha ingerido uma dose excessiva de medicamentos. Esta hipótese tinha sido avançada aos inspectores há algumas semanas.

Neste momento, a PJ já tem os resultados das análises, que confirmam a tese antes adiantada. A informação de que a actriz ingeriu álcool e comprimidos consta do relatório final da Judiciária, que, tal como o CM tinha avançado, já foi entregue ao Ministério Público (MP).

Os inspectores da PJ acreditam que a actriz não queria provocar a explosão, mas não hesitam quanto à tese do suicídio. O resultado das análises de Sónia Brazão e o facto de ter deixado os quatro bicos do fogão ligados são mais do que provas suficientes para as autoridades. A PJ adianta ainda que se a actriz tivesse continuado com a ingestão excessiva dos medicamentos e bebidas alcoólicas poderia mesmo ter morrido antes da violenta explosão.

Sónia Brazão está indiciada pelo crime de explosão, cuja moldura penal vai até aos oito anos de cadeia. Dentro de poucos meses, o Ministério Público deverá avançar com a acusação formal contra a actriz.

SÓNIA BRAZÃO COMPRIMIDOS ÁLCOOL EXPLOSÃO QUEIMADURAS ACTRIZ
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)