Barra Cofina

Correio da Manhã

Exclusivos
3

Vara recusa revelar escutas

Visivelmente desgastado e irritado com os jornalistas, Armando Vara recusou revelar o conteúdo das conversas que manteve com José Sócrates e que para os magistrados de Aveiro configuravam o crime de atentado contra o Estado de Direito.
28 de Novembro de 2009 às 02:00
Armando Vara à saída do Tribunal, na pausa para jantar
Armando Vara à saída do Tribunal, na pausa para jantar FOTO: Diogo Pinto

Ontem, à entrada do Tribunal, onde foi ouvido durante mais de oito horas – à hora de fecho desta edição ainda estava a ser interrogado –, Armando Vara garantiu que se tratava de conversas privadas que 'nunca deveriam ser conhecidas'.

Ao mesmo tempo voltou a negar a prática de qualquer crime. 'Só espero que este pesadelo termine. Um pesadelo que afectou os meus pais, os meus filhos e os meus amigos', afirmou o ex-ministro.

As medidas de coacção e o crime pelo qual tinha sido indicado ainda não tinham sido divulgados ontem, mas tudo indica que Armando Vara apenas responderá por uma situação de tráfico de influências. Está em causa o alegado pagamento de dez mil euros por parte de Manuel Godinho na sede do BCP.

Também ontem, Manuela Moura Guedes, que pretendia constituir-se assistente nas certidões que visavam José Sócrates e Vara, soube que não o podia fazer.

Fonte próxima da ex-subdirectora da TVI disse ao CM que a jornalista foi notificada de que por não ter sido aberto qualquer inquérito a lei não previa a constituição de assistente e a reclamação do arquivamento. O mesmo não se passará no processo de Aveiro, onde o original das escutas se encontra arquivado, aguardando Manuela Moura Guedes que o seu requerimento para se constituir assistente seja aceite.

O Correio da Manhã sabe que também Vítor Rainho, do jornal ‘Sol’, se constituiu assistente no processo principal.

RUI CARTAXO PRESIDENTE DA REN

Rui Manuel Janes Cartaxo, que exercia o cargo de administrador financeiro da REN, foi ontem nomeado para substituir José Penedos na presidência da empresa. Contactado pelo CM, Cartaxo confirmou a nomeação, mas disse 'ser demasiado cedo' para fazer qualquer outro tipo de declarações.

Em comunicado, a REN anunciou que vai promover a convocação de uma assembleia geral para eleição dos corpos sociais para o próximo triénio. Essa reunião-magna deverá ter lugar até ao final do primeiro trimestre de 2010.

PGR REÚNE-SE COM INVESTIGADORES

Pinto Monteiro vai hoje reunir--se com os investigadores do processo ‘Face Oculta’ para se saber se poderão ser divulgados os despachos que determinaram o arquivamento das certidões que indiciavam Sócrates por atentado contra o Estado de Direito. 'A reunião é para ver até que ponto é possível divulgar-se todos os meus despachos sem prejudicar a investigação ou o segredo de justiça', disse ontem Pinto Monteiro, que não especificou o local do encontro.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)