Barra Cofina

Correio da Manhã

Exclusivos
2

Violador da praia fica em liberdade

O Tribunal de Portimão mandou em liberdade o alegado violador de uma turista inglesa de 19 anos, T.W. O suspeito, F.C., de 23 anos, residente em Lagos e estudante universitário, está indiciado por ofensas à integridade física e violação. Foi constituído arguido, mas o juiz entendeu aplicar-lhe apenas a medida de coacção de menor gravidade: Termo de Identidade e Residência (TIR).
1 de Junho de 2008 às 00:30
Suspeito tem 23 anos de idade e mostrou-se calmo à entrada do Tribunal de Portimão
Suspeito tem 23 anos de idade e mostrou-se calmo à entrada do Tribunal de Portimão FOTO: Miguel Duarte

O crime, que o CM noticiou, ocorreu pelas 05h00 de anteontem nas escadas de acesso ao areal da Praia da Rocha, junto à antiga residencial Pinguim, e foi travado por dois seguranças da discoteca Katedral, um dos quais (o porteiro) respondeu aos gritos de socorro da vítima. 'Eu tinha visto a rapariga no bar tão alcoolizada que até a aconselhei a sentar-se. Mas ela saiu e, momentos depois, vi-a passar com aquele rapaz, a caminho das escadinhas. Ainda o interpelei, alertando-o para o facto de ela não estar bem, mas ignorou-me. Momentos depois, ouvi os gritos. Fui a correr mas ele já estava a consumar o acto', relatou ao CM.

'Puxei o indivíduo pelo cinto das calças, que estavam descidas e tirei-o de cima dela. Araparigaestava num estado lastimoso, com a cara cheia de sangue e as cuecasrasgadas', adiantou o segurança, que pediu a ajuda de um colega, o qual veio a agarrar o suspeito já ao cimo das escadas. 'Ele estava descomposto, ainda com órgão erecto à vista. Mandei-o arranjar-seeaindalhedeiuma descompostura', recordou.

Os dois homens são unânimes em garantir que o agressor – descrito como um frequentador habitual da noite na Praia da Rocha e um 'tipo sossegado' – 'não aparentava estar alcoolizado'.

A PSP foi alertada e compareceu de imediato no local, tendo procedido à detenção do suspeito, que lhe foi entregue pelos seguranças. A Polícia Judiciária foi também avisada. A vítima – que chorava e gritava pelo pai – foi conduzida numa ambulância do INEM até ao Centro Hospitalar do Barlavento Algarvio, em Portimão, onde deu entrada pelas 05h30.

T.W. sofreu hematomas e escoriações na face – sobretudo na zona do nariz, que se apresentava inchado. Recebeu tratamento e foi submetida a exames ginecológicos. Estava 'muito perturbada' e viria a ter alta pelas 14h00, após o que compareceu na esquadra da PSP, onde formalizou a queixa contra o alegado violador. Residente em Londres, a jovem tinha estadia marcada numa unidade turística da Praia da Rocha até ao dia 5 de Junho. Estava alojada com uma amiga, aproximadamente da mesma idade.

O suspeito foi apresentado ao Tribunal pela PSP para primeiro interrogatório judicial. Mostrava--se calmo. O caso passou para a alçada da Polícia Judiciária.

PORMENORES

'Muito bonita'

A vítima – aloirada, de cabelo comprido e descrita como 'muito bonita' – fora para a Praia da Rocha na companhia de uma amiga. Testemunhas referem que estavam ambas 'bastante alcoolizadas' e com 'pouca roupa'.

Vestígios

A Polícia Judiciária, a quem o caso foi entregue, procedeu à recolha de vestígios no local, tendo extraído uma amostra de saliva do suspeito para análise de ADN.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)