Morreu o 'Mata Sete', o serial killer responsável pelo massacre do "Osso da Baleia"

Homicida vivia na Córsega depois de ter saído da cadeia, onde cumpriu pena por ter assassinado cinco jovens, a mulher e uma filha.
Por Isabel Jordão|05.01.19
O bancário da Marinha Grande que ficou conhecido por Mata Sete, por ter assassinado sete pessoas à facada, a tiro e à paulada, em março de 1987, foi encontrado morto em casa, na ilha francesa de Córsega, onde vivia há 16 anos, após ter cumprido 14 de pena. Vítor Jorge tinha 69 anos e vai ficar sepultado na Córsega, mas o funeral só deverá realizar-se na próxima semana.

Vítor Jorge, recorde-se, matou cinco jovens na praia do Osso da Baleia, Pombal, numa espiral de violência que prosseguiu horas depois, quando assassinou a mulher e a filha mais velha com múltiplas facadas, num pinhal a 2,5 km de casa, na Amieira, Marinha Grande.
As imagens do serial killer que matou sete pessoas na Marinha Grande

As circunstâncias da morte não são ainda conhecidas dos familiares e dos amigos de infância que residem na Calvaria, Porto de Mós, terra natal do homicida. No entanto, a prima Isabel Jorge, que o acolheu em França quando saiu da prisão, disse esta sexta-feira ao CM que Vítor Jorge morreu de doença.

"Ele andava doente há muito tempo, tinha um cancro no estômago e sofria do coração", contou Isabel Jorge, adiantando que a morte ocorreu no sábado passado e ela teve conhecimento na segunda-feira. Explicou que o homicida estava em casa, que ainda chamaram um médico para o assistir, mas acabou por morrer.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!