Barra Cofina

Correio da Manhã

Exclusivos
4

WikiLeaks: “Corrupção mancha imagem de Sócrates”

Embaixada dos EUA diz que o primeiro-ministro português é afectado pela corrupção, mas não perde votos por causa disso
14 de Dezembro de 2010 às 00:30
Sócrates é visto como um líder forte no PS, mas com pés de barro no Governo
Sócrates é visto como um líder forte no PS, mas com pés de barro no Governo FOTO: Tiago Petinga/Lusa

A maioria dos eleitores pensa que todos os políticos são corruptos e as denúncias específicas – como as que enfrenta o primeiro--ministro Sócrates – não são um impedimento a que se mantenha no poder." Esta é uma das afirmações de um telegrama da embaixada dos Estados Unidos em Lisboa "sobre o panorama político em Portugal" antes das eleições europeias de 7 de Junho de 2009.

"As alegações de corrupção contra Sócrates nos seus tempos de ministro do Ambiente não deverão resultar em qualquer sanção formal, mas mancham a sua imagem", acrescenta-se no telegrama enviado às 10h02 da manhã do dia 2 de Junho de 2009. A corrupção nacional é um dos temas dos telegramas sobre Portugal agora revelados pela WikiLeaks.

"As denúncias de corrupção afectam virtualmente todos os partidos, mas os eleitores portugueses não parecem muito preocupados com elas", escreve-se no mesmo telegrama, que tem um título irónico: "Eleições portuguesas: será que alguém as quer ganhar?"

No documento, com a classificação de "Confidencial" e dirigido à secretaria de Estado em Washington, analisam-se as hipóteses eleitorais do Partido Socialista e das oposições, à direita e à esquerda: "O PSD não foi capaz de capitalizar as alegações de corrupção contra Sócrates porque vários dos seus dirigentes enfrentam acusações semelhantes." Mais: "O centro-direita CDS-PP tinha a mesma confusão na liderança que o PSD antes do regresso do antigo líder e ex-ministro da Defesa, Paulo Portas."

Sobre PCP e Bloco de Esquerda, afirma-se que devem conquistar mais apoio eleitoral nas legislativas de 2009, mas "são muito pequenos para governar".

BANCO DE PORTUGAL DEVE CHAMAR SANTOS FERREIRA

O Banco de Portugal está a acompanhar de perto as notícias que relacionam o presidente do Millennium/BCP com um alegado fornecimento de informações sobre o Irão aos americanos e deverá pedir mais explicações a Santos Ferreira. O mesmo sucede com a Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Ontem, Santos Ferreira disse à TVI que a conversa com os responsáveis americanos tinha por objectivo apurar o tipo de sanções a que o Irão estava sujeito, e foi realizada depois de o BCP ter comunicado aos iranianos que não haveria negócio. O presidente do Millennium disse que se "trata de uma história que não é boa para o BCP". Quanto à questão da demissão, Santos Ferreira disse que, "numa altura destas, é preciso ter mais coragem para ficar do que para sair".

Segundo apurou o CM, desde a primeira hora que o Banco de Portugal manifestou reservas sobre o negócio entre o Millennium e instituições iranianas. A possível violação do dever de segredo, consagrado no artigo 78 do Regime Geral das Instituições de Crédito, é um dos pontos que o supervisor quer ver esclarecidos com Carlos Santos Ferreira.

CAVACO SILVA:´"É PSD E EVITA DISPUTAS"

É apresentado como o homem que venceu Manuel Alegre em 2006, mas também como o político que chamou "louco" ao presidente venezuelano, Hugo Chávez. Cavaco Silva não reagiu ontem às alegações de que terá ficado desgostoso por não ter sido recebido na Sala Oval por George W. Bush durante uma visita aos EUA em 2007.

MANUEL ALEGRE: "O VELHO LEÃO DA ESQUERDA"

Era visto, em 2009, como uma ameaça para Sócrates: "Um dos velhos leões da ala esquerda, é dito que Manuel Alegre quer formar o seu próprio partido." Acrescenta o telegrama: "Disse-nos em privado que não é o caso." Alegre reagiu ontem: "Velho leão é uma coisa bonita, embora devessem ter dito velha águia", por ser do Benfica.

PAULO PORTAS: ELOGIADO POR WASHINGTON

Portas é elogiado pelos EUA, mas não comenta. "Não vou contribuir com uma única palavra para discutir aquilo que é uma violação da correspondência diplomática de outro país", diz. "O que é reservado, reservado se mantém", acrescentou o líder do CDS. "Se eu disser uma palavra sobre o conteúdo, estou a ser cúmplice", concluiu Portas.

PEDRO SANTANA LOPES: "PODE VENCER EM LISBOA"

É um dos maiores erros de análise da embaixada dos Estados Unidos: "O PSD tem uma boa oportunidade para reconquistar o lugar de presidente da Câmara Municipal, com o antigo primeiro-ministro Santana Lopes". Eram as eleições autárquicas antecipadas na capital, que António Costa viria a ganhar sem dificuldades de maior.

ANTÓNIO COSTA: "COMPETENTE MAS ABRASIVO"

É definido como "o competente mas abrasivo presidente socialista António Costa." Os diplomatas parecem não acreditar muito nos seus dotes políticos, uma vez que põem em cima da mesa a possibilidade de ser derrotado pelo adversário, Pedro Santana Lopes. Uma previsão errada a que nenhum dos dois políticos reagiu ontem.

CÂNDIDADA ALMEIDA: DOCUMENTOS ANALISADOS

A directora do Departamento Central de Investigação e Acção Penal, Cândida Almeida, afirmou que o Ministério Público está a analisar os novos dados sobre a passagem por Portugal de voos da CIA de repatriamento. "Procuradoria afirmou que só reabrirá investigação com factos novos", diz.

wikileaks portugal sócrates santos ferreira eua corrupção giverno bcp
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)