Barra Cofina

Correio da Manhã

Famosos

Luciana Abreu temeu pela vida das suas gémeas

Atriz fala dos momentos dramáticos que viveu no parto das gémeas: “Pensei que não as ia ver mais”.
Rute Lourenço 29 de Abril de 2018 às 01:30
Luciana Abreu divulgou imagens do nascimento das filhas
Luciana Abreu e Daniel Souza
Luciana Abreu divulgou imagens do nascimento das filhas
Luciana Abreu divulgou imagens do nascimento das filhas
Luciana Abreu e Daniel Souza
Luciana Abreu divulgou imagens do nascimento das filhas
Luciana Abreu divulgou imagens do nascimento das filhas
Luciana Abreu e Daniel Souza
Luciana Abreu divulgou imagens do nascimento das filhas
Quatro meses depois de ter dado à luz as gémeas prematuras Amoor e Valentine, Luciana Abreu quebrou o silêncio para recordar os momentos de terror que viveu ao saber que as bebés e ela própria corriam risco de vida. "Eu sabia que dentro daquela ambulância [a caminho da Maternidade Alfredo da Costa], podíamos as três não chegar a tempo [...] Não me lembro de me despir. Só me lembro de estar na sala de partos. Não era permitido assistir, mas deixaram que o Daniel [marido] estivesse lá.

Nessa altura, eu percebi que podia não sair dali... Mas eu tinha de aguentar, era a minha missão", lembra em entrevista ao ‘Alta Definição’, acrescentando que entrou em desespero quando viu as filhas pela primeira vez. "A Valentine nasceu primeiro e nem chorou... Não era roxa, era cinzenta escura, era ossos… Pensei que não as ia ver mais".

Os dois meses seguintes foram de angústia com as bebés na incubadora. "Primeiro só podia vê-las, depois tocar, mas sempre na incubadora. Eram do tamanho da minha mão... Tinha tanto medo de as magoar", recorda emocionada.

Atriz revela que experiência a mudou
Depois do susto que viveu, Lucy garante que nunca mais será a mesma pessoa. "Assolaram-me todos os medos do futuro que elas podiam vir a ter em termos de saúde. Nunca mais serei igual".

"Fui chantageada por pessoas do meu sangue"
Na entrevista, Luciana Abreu explicou também as divergências familiares com a mãe e a irmã. Sem nunca falar em nomes, deixou no ar que a família lhe tentava extorquir dinheiro.

"Durante muitos anos sofri de bullying. Fui chantageada, disseram que iam acabar com a minha carreira. Chegaram mesmo a dizer isto: ‘Eu vou-te destruir’... Pessoas do meu sangue", lamenta, sem esconder que o corte com a família e a sua infância difícil deixaram marcas profundas na sua vida. "Sempre fui uma pessoa muito carente".

Ao recordar a sua infância, Luciana, de 32 anos, recorda que foi obrigada a ver aquilo a que nenhuma criança deve estar exposta. "Violência doméstica, filmes pornográficos… até aos meus 14 anos, quando saí de casa".
Valentine Amoor Atriz Luciana Abreu Maternidade Alfredo da Costa Lucy Daniel Alta Definição parto drama
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)