Modelo da Playboy limpa paredes após ridicularizar idosa

Dani Mathers publicou no Snapchat a fotografia de uma mulher nua no balneário.
26.05.17

Dani Mathers vai ter de limpar paredes depois de ter sido acusada de invasão de privacidade ao publicar uma fotografia no Snapchat de uma idosa nua.

Com esta atitude, a modelo da Playboy arriscou-se a ser condenada a uma pena de prisão até seis meses e uma multa no valor de 900 euros.

A jovem, de 30 anos, contestou a acusação, mas acabou por fazer um acordo com os advogados da vítima. Dani Mathers vai limpar paredes grafitadas durante 30 dias e fica em liberdade condicional durante três anos.

A modelo, que em 2015 foi 'coelhinha' da revista Playboy, aparece na fotografia com a mão na boca -  como se estivesse a ridicularizar o corpo da mulher de 71 anos -  e na legenda da imagem escreveu: "Se eu não posso ver isto, então vocês também não podem".

"Ela nunca pensou que isto ia acabar assim. Nunca pretendeu magoar ninguém", disse Thomas Mesereau, advogado da modelo.

"Eu sei que chateei muitas pessoas com isto, mas por favor, acreditem em mim quando digo que este não é o tipo de pessoa que sou, nunca tinha feito nada disto antes e nunca vou voltar a fazer", esclarece Dani.



pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!