Pai de Meghan Markle torna públicas cartas trocadas com a filha

"Tenho o direito de me defender", afirma Thomas Markle.
12.02.19

Thomas Markle, o pai de Meghan Markle, decidiu tornar publica a carta que a filha lhe enviou poucos meses depois do casamento com o príncipe Harry.  

Nos últimos meses, o pai da duquesa foi alvo de diversas críticas por parte de cinco amigas próximas de Meghan Markle. Recorde-se que as cinco mulheres revelaram à revista People que a duquesa tem alegadamente sofrido de "bullying". Thomas Markle, ao ser confrontado com estas acusações, decidiu tornar publicas as cartas trocadas com a filha.

"Eu tenho o direito de me defender", afirma em declarações ao Daily Mail.

Na carta Meghan Markle acusa o pai de mentiroso. Revela ainda que as ações do pai lhe "partiram o coração em milhões de pedaços". "É com o coração pesado que escrevo isto, por não perceber porque é que escolheste seguir este caminho, ignorando a dor que estás a causar. As tuas ações partiram o meu coração em milhões de pedaços — não apenas porque criaste esta dor desnecessária e injustificada, mas por tomares a decisão de não dizeres a verdade enquanto és manipulado como uma marionete. É algo que nunca vou compreender. Disseste à imprensa que me telefonaste para dizer que não virias ao casamento. Isso não aconteceu porque tu nunca me ligaste. Disseste que nunca te ajudei financeiramente porque nunca me pediste ajuda, o que também não é verdade. Mandaste-me um e-mail em outubro último que dizia: 'Se tenho dependido demais da tua ajuda financeira, então perdoa-me mas se me pudesses ajudar mais, não como uma moeda de troca para a minha lealdade'", conta Meghan.

"Eu sempre te amei, protegi e defendi, oferecendo qualquer apoio financeiro que pudesse, preocupando-me com a tua saúde… e perguntando sempre como podia ajudar. Na semana do casamento saber que tinhas tido um ataque cardíaco através de uma revista foi horripilante. Eu telefonei e mandei mensagens… eu implorei para que aceitasses ajuda — nós mandámos alguém a tua casa… e em vez de conversares comigo para aceitares esta ou outra ajuda, paraste de atender o teu telemóvel e escolheste falar apenas com a imprensa", continua.

Ainda na carta, Meghan implora para que o pai pare de falar à impressa e que a deixe viver a sua "vida em paz".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!