Barra Cofina

Correio da Manhã

Famosos
2

Salão erótico do Porto: “a melhor edição de sempre”

Eros apostou em mais atores e atrizes nacionais.
Nelson Rodrigues 13 de Março de 2017 às 01:30
Certame esteve com lotação esgotada para ver sexo ao vivo
Espetáculos lésbicos continuam a fazer furor entre os visitantes
Recinto contou este ano com presença feminina “em massa”
Certame esteve com lotação esgotada para ver sexo ao vivo
Espetáculos lésbicos continuam a fazer furor entre os visitantes
Recinto contou este ano com presença feminina “em massa”
Certame esteve com lotação esgotada para ver sexo ao vivo
Espetáculos lésbicos continuam a fazer furor entre os visitantes
Recinto contou este ano com presença feminina “em massa”
"Esta foi a melhor edição de sempre." Quem o garante é Juli Simón, o diretor do Salão Erótico do Porto, cuja 10ª edição terminou ontem na Exponor, em Matosinhos. O maior evento de sexo do País contou este ano com mais artistas nacionais e com lotação completamente esgotada, pelo menos em três dos quatro dias em que decorreu o certame, batendo um recorde de público.

"Há excelentes perspetivas para o futuro. Além de atores e atrizes portugueses, tivemos ainda mais artigos sexuais produzidos em Portugal, realizadores e produtores que contribuem para o crescimento da industria do sexo a nível nacional", observou Juli Simón.

Nesta edição, destaque ainda para a presença feminina "em massa". "Só posso dar os parabéns à mulher portuguesa por cada vez mais afirmar a sua sexualidade e independência face ao homem", disse Juli Simón.

Durante o domingo, centenas de pessoas fizeram fila à porta dos dois pavilhões da Exponor para assistir aos espetáculos de sexo ao vivo.
EROS Salão erótico do Porto sexo porno erótico
Ver comentários