Barra Cofina

Correio da Manhã

Famosos
4

Salvador admite que foi "inoportuno" e pede desculpa

Artista gerou polémica ao dizer "Vou mandar um peido a ver o que é que acontece" durante concerto solidário.
Pedro Zagacho Gonçalves 28 de Junho de 2017 às 14:42
Salvador Sobral
Pedido de desculpas de Salvador
Salvador Sobral
Salvador Sobral
Salvador Sobral
Salvador Sobral
Salvador Sobral
Salvador Sobral
Pedido de desculpas de Salvador
Salvador Sobral
Salvador Sobral
Salvador Sobral
Salvador Sobral
Salvador Sobral
Salvador Sobral
Pedido de desculpas de Salvador
Salvador Sobral
Salvador Sobral
Salvador Sobral
Salvador Sobral
Salvador Sobral

Salvador Sobral já reagiu à polémica das suas insólitas declarações durante o concerto de homenagem às vítimas de Pedrógão Grande.

Enquanto cantava o êxito ‘Amar pelos Dois’, tema que lhe valeu a vitória no Festival Eurovisão da Canção e o catapultou para a fama, Salvador foi muito aplaudido pelo público. Foi então que o músico disse "Vou mandar um peido a ver o que é que acontece", frase que foi vista por muitos como uma falta de respeito para com quem estava a assistir e para com os homenageados.

Agora, nas redes sociais, o cantor admite que foi "bastante inoportuno" e pede desculpa pelo comentário feito, dizendo que é característica sua falar "duas vezes antes de pensar".

"Sempre falei duas vezes antes de pensar. Esta minha característica tem a sua parte boa e também a parte má. Ontem, infelizmente, reconheço que fui bastante inoportuno. Espero que esta triste intervenção não nos faça esquecer o passo que demos juntos, desde os músicos até vocês que contribuíram para ajudar aqueles que estão em sofrimento neste momento, que são o mais importante no meio de tudo isto", escreve o cantor na sua página oficial de Facebook.

"Peço desculpa se ofendi alguém, sinceramente. Não era a minha intenção, nunca foi", conclui a voz de ‘Amar Pelos Dois’.

Ver comentários