Acorda paralisado a meio de cirurgia e sente todo o procedimento

Homem estava a ser operado ao apêndice.
14.03.18

Fenn Settle, de 25 anos, afirma ter vivido a pior experiência de toda a sua vida. O jovem acordou a meio da cirurgia ao apêndice, mas não conseguia falar ou mexer um único músculo e durante longos minutos sentiu todo o procedimento.

O homem contou ao jornal Metro que se sentia a sufocar com o tubo de oxigénio que tinha colocado no interior da garanta.

"Pensei que ia morrer e tentei suster a respiração para desmaiar mais rápido. Aí reparei que conseguia ouvir vozes, o som das máquinas e a pressão no meu abdómen", contou Fenn ao jornal.

Uma vez que não conseguia falar, tentou captar a atenção dos médicos através do piscar de olhos, movimento dos dedos das mãos e pés, mas nada teve resultado. Em desespero, Fenn optou por tomar a "decisão consciente" de urinar na mesa de operações.

Os médicos administraram uma nova dose de anestesia e o jovem só voltou a acordar no quarto, após o fim da operação.

Confrontadas com o sucedido, as enfermeiras negaram o erro e insistiram que "tudo tinha sido um sonho".

O jovem recebeu uma indemnização do hospital, mas desde a operação tem tido alguma dificuldade em retornar à rotina devido a stress pós-traumático e flashbacks.

pub

pub