Barra Cofina

Correio da Manhã

Insólitos
4

Al-Qaeda lança revista feminina

A Al-Qaeda acaba de lançar uma revista feminina destinada a dar conselhos de comportamento e beleza como a preparação dos filhos para a jihad (guerra santa) ou a importância de ficar em casa com o rosto tapado para manter a pele saudável.
14 de Março de 2011 às 11:15
Al-Qaeda procura doutrinar a população feminina dos países islâmicos
Al-Qaeda procura doutrinar a população feminina dos países islâmicos FOTO: Akhtar Soomro/Reuters

Segundo o jornal britânico 'Daily Mail', a 'Al-Shamikha' (título que quer dizer "mulher majestosa") aconselha as mulheres solteiras a "casarem-se com muhajedines [combatentes]".

"O Islão precisa de mulheres que saibam a verdade sobre a sua religião, a batalha em curso e aquilo que se espera delas", lê-se noutro artigo da revista, que tem na capa uma metralhadora e a imagem de uma mulher coberta por uma burqa.

A 'Al-Shamikha' inclui ainda entrevistas com mulheres de bombistas-suicidas, que elogiam as acções dos falecidos maridos. Uma delas diz chamar-se Umm Muhanad e terá perdido o companheiro no Afeganistão.

Mais próximos dos artigos que costumam aparecer em revistas femininas ocidentais são aqueles que tratam dos benefícios de máscaras faciais de mel, naquilo que um especialista em assuntos islâmicos contactado pelo 'Daily Mail' diz ser "uma versão jihadista da revista 'Cosmopolitan'".

Al-Qaeda Jihad Muhajedin Afeganistão Bombista-suicida Revista feminina Cosmopolitan
Ver comentários