Barra Cofina

Correio da Manhã

Insólitos
6

Alemanha: Prostitutas de Bona vão pagar 'parquímetro'

As prostitutas que trabalham nas ruas da cidade alemã de Bona devem pagar, a partir desta semana, um imposto diário nocturno para exercer a sua profissão.

30 de Agosto de 2011 às 17:30
Seis euros entre as 20h15 e as 06h00 é quanto as prostitutas terão de pagar em Bona
Seis euros entre as 20h15 e as 06h00 é quanto as prostitutas terão de pagar em Bona FOTO: EPA

Seis euros é quanto as prostitutas de Bona terão de pagar das 20h15 às 06h00, numa espécie de parquímetro, segundo informações divulgadas pelo jornal alemão ‘Bild’.

A iniciativa, pioneira na Alemanha, baseia-se na chamada "lei do imposto sexual", que entrou em vigor este ano. E deverá trazer aos cofres municipais receitas suplementares de cerca de 300 mil euros anuais.

Caso a profissional não apresente o recibo emitido pela máquina poderá ver-se obrigada a pagar uma multa de até 100 euros.

Com essa medida, a cidade de Bona pretende arrecadar das prostitutas que trabalham na rua as mesmas receitas já pagas pelas que actuam em bordéis controlados e legalizados, segundo informações dadas por um porta-voz municipal.

O único 'parquímetro' existente para o pagamento do imposto por prestação de serviços sexuais fica em Immenburgstrasse, ao lado de uma sex shop e de um estacionamento público, e possui seis cabines de madeira que poderão ser ocupadas pelas prostitutas.

Alemanha prostitutas imposto "lei do imposto sexual" Bonn
Ver comentários