Barra Cofina

Correio da Manhã

Insólitos
3

Cavalo encontrado depois de oito anos desaparecido

Mongo desapareceu, em 2014 e deixou a família Adams devastada.
Correio da Manhã 25 de Novembro de 2022 às 20:03
Cavalo encontrado depois de oito anos desaparecido
Cavalo encontrado depois de oito anos desaparecido

O cavalo Mongo desapareceu em março de 2014 sem deixar qualquer rasto, no Estado do Utah, nos EUA, quando os donos faziam uma viagem. O cavalo foi atrás de 'mustangs' (raça de equídeos) e durante oito anos não deu qualquer sinal de vida, até que em setembro foi encontrado e deixou o dono encantado e ao mesmo tempo chocado, conta a televisão Fox News.

"Não parece real! Tê-lo de volta ainda não parece verdade ", diz Shane Adams, o proprietário do cavalo, citado por pelo canal televisivo. 

No espaço de oito anos, o dono do cavalo passou por grandes mudanças, todas elas também difíceis. Divorciou-se, perdeu a casa, fez uma cirurgia cerebral de alto risco e, nestes momentos mais complicados, não tinha Mongo, o amigo e companheiro de vida, a seu lado.

Procura durou três anos

Nos três anos seguintes ao desaparecimento, Shane ia todos os fins-de-semana acompanhado pelo pai, à procura do cavalo. O homem cresceu a treinar e a montar cavalos. Mongo era o predileto e com ele, Shane tinha uma relação muito especial. "Ele sempre fez parte da minha vida", complementa Shane no reencontro emocionante.

As perspetivas de encontrar o cavalo desapareceram em 2017. A família desistiu de procurar e assumiu que o animal tinha morrido.

Mensagem após oito anos 

A 27 de setembro deste ano, Shane recebeu uma mensagem no Facebook de um trabalhador do Gabinete de Gestão de Terras de Utah informando que tinham encontrado o cavalo.  O gabinete estava a par do caso de Mongo desde 2014. Ao encontrarem um cavalo com as mesmas características recordaram o desaprecimento.

Quando Mongo foi encontrado não demonstrou qualquer resistência ao ser capturado. Segundo um especialista em cavalos esse é um "sinal seguro de que o animal é doméstico." Ao verem a marca que tinha puderam identificá-lo como o cavalo que havia desaparecido há oito anos. Durante a ausência, o cavalo perdeu 400 quilos.   

Nova vida

"Encontrar o Mongo foi a melhor coisa que me aconteceu nos últimos dois anos", explica Shane na entrevista à Fox. Depois de ter o cavalo de volta no quotidiano, Shane apercebeu-se que Mongo não se tinha esquecido das coisas que ele lhe tinha ensinado.

Scott, pai de Shane, morreu em agosto e não teve oportunidade de voltar a ver Mongo. "Adorava que o meu pai estivesse aqui para apreciar este momento tão bonito, uma vez que ele veio sempre comigo procurá-lo." 

De momento, Shane e os filhos, Anna e Owen, de oito e 11 anos, têm desfrutado da presença de Mongo no dia-a-dia.

                                                                                                                                                         

                                                                                                                                 

Utah animais desaparecidos
Ver comentários
C-Studio