Barra Cofina

Correio da Manhã

Insólitos
7

Comboio atropela hipopótamo em Moçambique

Um comboio atropelou um hipopótamo em Caia, província de Sofala, centro de Moçambique, um acidente insólito que a população local entendeu como um sinal de que os espíritos estavam insatisfeitos com as cerimónias de reinauguração da linha.
8 de Setembro de 2010 às 16:00
Polícia guardou corpo do animal com medo de uma invasão de populares
Polícia guardou corpo do animal com medo de uma invasão de populares FOTO: Arquivo CM

A linha esteve desactivada 25 anos e só foi reactivada em 2008, com duas cerimónias tradicionais em duas localidades diferentes.  

O acidente ocorreu quando o comboio fazia a manutenção da linha férrea de Sena, na região de Gangala, em Caia, onde abundam os hipopótamos, dada a proximidade do rio Zambeze.   

Segundo o ‘Diário de Moçambique’, o receio de se poder tratar de uma morte "supersticiosa" afastou os populares, habituados a aproveitar a carne dos hipopótamos abatidos por caçadores.  

O cariz supersticioso do acidente, segundo relataram outros cidadãos, terá sido também alimentado pela polícia, que esteve a guardar o animal  com medo de uma invasão de populares ávidos de carne fresca. Ao contrário, a presença da polícia reforçou a ideia de que se tratou de um acidente ditado pelos deuses.  

Para o administrador de Caia, José Cuela, porém, tratou-se apenas de  "um caso insólito", visto ser raro um comboio atropelar um hipopótamo. "Para nós, é um simples acidente, pois aconteceu que o comboio apareceu na altura em que o animal estava a atravessar a linha férrea", afirmou.    

O animal acabou por ser comido.  

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)