Barra Cofina

Correio da Manhã

Insólitos
9

Coreia do Norte anuncia descoberta de "Covil do Unicórnio"

Arqueólogos norte-coreanos anunciaram a descoberta do covil do unicórnio que seria a montada do rei Tongmyong, fundador da dinastia que governou os coreanos entre os anos 277 antes de Cristo e 668 depois de Cristo.
30 de Novembro de 2012 às 15:56
"Os livros de História falavam do unicórnio, que era a montada do rei Tongmyong, e do seu covil", disse o director do instituto, Jo Hui Sung
'Os livros de História falavam do unicórnio, que era a montada do rei Tongmyong, e do seu covil', disse o director do instituto, Jo Hui Sung FOTO: d.r.

O local, situado a apenas 200 metros do templo de Yongmyong, na cidade de Pyongyang (capital da Coreia do Norte), estava assinalado com uma pedra rectangular na qual foram inscritas as palavras 'Covil do Unicórnio'.

"Os livros de História falavam do unicórnio, que era a montada do rei Tongmyong, e do seu covil", disse o director do instituto, Jo Hui Sung.

A alegada descoberta arqueológica tem importância política para o regime comunista da Coreia do Norte, pois implica uma prova de que a capital do reino era Pyongyang e não qualquer lugar da Coreia do Sul.

No entanto, a agência noticiosa norte-coreana não indicou a descoberta de qualquer esqueleto de unicórnio ou de outro animal mitológico no local.

Coreia do Norte Pyongyang Unicórnio Arqueologia Arqueólogo Mitologia Mitológico Coreia do Sul Coreanos Covil
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)