Barra Cofina

Correio da Manhã

Insólitos
5

Corta o próprio pénis por falta de sexo

Homem frustrado por não ter relações sexuais com a mulher há mais de uma década.
8 de Dezembro de 2016 às 11:13
Ghasi Ram diz que 'estava frustrado'
Manjhir Devi, de 34 anos, diz que recusa sexo ao marido por este chegar a casa sempre bêbedo
Casal está junto há mais de 18 anos
Ghasi Ram diz que 'estava frustrado'
Manjhir Devi, de 34 anos, diz que recusa sexo ao marido por este chegar a casa sempre bêbedo
Casal está junto há mais de 18 anos
Ghasi Ram diz que 'estava frustrado'
Manjhir Devi, de 34 anos, diz que recusa sexo ao marido por este chegar a casa sempre bêbedo
Casal está junto há mais de 18 anos

Um homem indiano, irritado com o facto de não ter sexo com a mulher há mais de 10 anos, resolveu cortar o próprio pénis durante uma discussão.

Ghasi Ram, de 37 anos, natural de Uttar Pradesh, no norte da Índia era sempre rejeitado pela mulher. Nessa noite, chegou a casa bêbedo e, uma vez que a mulher voltou a não responder aos seus avanços sexuais, resolveu tomar medidas drásticas.

"Estava frustrado. Não fazemos sexo há 10 ou 12 anos. Ela nunca faz amor comigo, não se senta ao pé de mim sequer e recusa todos os pedidos que lhe faço. É muito teimosa", lamentou Ghasi Ram aos meios de comunicação indianos.

A mulher, Manjhir Devi, de 34 anos, alega que recusa fazer sexo com o marido porque "chega a casa sempre bêbado", o que a deixa "muito irritada".

Durante a discussão conjugal sobre sexo, Ghasi Ram saiu da sala e foi à cozinha buscar uma faca. Em frente à mulher, que ficou em choque, cortou o órgão sexual, antes de cair no chão em agonia com as dores. Os gritos alertaram os vizinhos, que chamaram autoridades e médicos

"Ele nunca me ouve, nunca se preocupa comigo. E agora culpa-me disto tudo quando eu não fiz absolutamente nada. Está doido", defende Manjhir Devi.

O casal tem três filhos e está junto há mais de 18 anos. Após o incidente, os médicos conseguiram salvar o pénis de Ghasi Ram, que já está em casa a recuperar.

Uttar Pradesh Índia Manjhir Devi questões sociais crime lei e justiça sexo sexualidade