Barra Cofina

Correio da Manhã

Insólitos
2

Deixa emprego como oftalmologista para ganhar fortuna a fingir que é um cão

Jovem de 21 anos responde a fetiches sexuais e chega a cobrar mais de 1500 euros por imagem ou vídeo.
Correio da Manhã 15 de Julho de 2020 às 20:17
Jenna faz fortuna a fingir que é um cão
Jenna faz fortuna a fingir que é um cão
Jenna faz fortuna a fingir que é um cão
Jenna faz fortuna a fingir que é um cão
Jenna faz fortuna a fingir que é um cão
Jenna faz fortuna a fingir que é um cão
Jenna faz fortuna a fingir que é um cão
Jenna faz fortuna a fingir que é um cão
Jenna faz fortuna a fingir que é um cão

Jenna Philips, uma norte-americana de 21 anos, levava uma carreira pacata como oftalmologista, mas o salário não era o suficiente para a jovem poder fazer a vida que desejava. Jenna agora dá que falar depois de ter deixado o anterior emprego para se dedicar a à produção de conteúdos de cariz pornográfico, com um nicho muito específico: a jovem finge que é um cão. Ao responder a este fetiche, a jovem conta que, nos últimos anos, fez uma verdadeira fortuna.

Quando começou a carreira no entretenimento para adultos Jenna assume que fazia conteúdo "mais normal", mas dois clientes começaram a fazer pedidos específicos, para que "rebolasse", "brincasse ao busca" e "recebesse festinhas". O fetiche acabou por se revelar no sucesso desta jovem.

"Sempre agi como um cachorro, mas nunca de uma forma sexual. Fingia que era um animal quando era mais nova e, olhando para trás, talvez sempre lá tenha estado qualquer coisa. Mas não sabia que era um fetiche comum. Quando descobri achei que era ideal para mim", conta ao Daily Star.

Apostou na nova carreira e começou a ganhar 100 vezes mais do que com o conteúdo pornográfico habitual que publicava. "Ganho sempre mais de 100 mil euros por mês", assume Jenna.

A maior parte dos rendimentos da jovem vem das subscrições de fãs, cerca de 25 euros por mês, mas a maior fatia é de pedidos específicos a que a jovem responde. Por um vídeo ou uma foto Jenna pode chegar a cobrar mais de 1500 euros.

"No entanto há coisas que são fora dos limites. Nada de sexo com animais nem nada disso", defende Jenna. Contente com a nova carreira, a jovem assume que descobriu um novo lado da sua personalidade. "Até no dia a dia gosto que me levem a passear de trela", confessa.

Jenna Philips questões sociais política economia negócios e finanças governo (sistema) executivo (governo)
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)