Barra Cofina

Correio da Manhã

Insólitos
4

Emma, o robô sexual que se confunde com uma mulher real

Dispositivo tem como medidas de segurança evitar choques elétricos ou risco de incêndio.
25 de Maio de 2018 às 11:45
Emma
E
Emma, o
Emma, o ro
Emma, o rob
Emma
E
Emma, o
Emma, o ro
Emma, o rob
Emma
E
Emma, o
Emma, o ro
Emma, o rob
Capacidades de estimulação avançadas, temperatura corporal regulada para os 37º - para se assemelhar à temperatura de uma mulher real -, medidas de segurança para prevenir choques elétricos ou risco de incêndio e um sistema de alta tecnologia com ligação à Internet. Estas são apenas algumas das características do robô sexual, com o nome Emma, que se está a tornar um grande sucesso. 

Shenzhen Atall Intelligent Robot Technology é a empresa chinesa que os vende na China e custa cerca de 2700 euros.

Este tipo de robô tem como principal finalidade simular, o mais fielmente possível, o corpo e características físicas de uma mulher a fim de satisfazer quem o quiser comprar. A empresa chinesa que criou Emma revelou que cada vez mais existe uma procura deste tipo de "brinquedos" pois o estilo de vida de quem o compra é acelerado e não têm tempo para desenvolver uma relação com uma mulher. 

Chen, um dos proprietários deste tipo de empresas, revelou que viajava muito em trabalho e que para satisfazer as suas necessidades precisava de recorrer a este robô. O empresário justifica ainda à agência EPA que as raparigas chinesas não estão disponíveis para casos de uma noite onde o principal e único objetivo é sexo e companhia. Chen afirma que, ao segundo encontro, as mulheres começam a falar em casamento e isso não é o que procura. 

Num site, "silicon wives" [esposas de silicone], que vende este tipo de produto, podemos observar as bonecas e perceber que são personalizáveis. O tipo de corpo, altura, o rosto, a cor das unhas, o cabelo, o tom de pele, os olhos e até o tipo de vagina são opções que o cliente tem para tornar este brinquedo sexual mais "real" e ao seu gosto. 

O robô conta ainda com uma pele artificial suave e elástica para que se assemelhe o mais possivel à pele humana, uma tecnologia que responde ao toque do cliente com gemidos conforme este "lhe dê mais prazer", inteligência artificial que permite ter uma conversa com o cliente e uma garantia de cerca de um ano com assistência tecnológica e possibilidade de melhorias.  

No site pode-se ler: "Emma, o robô sexual que pode ser personalizado à imagem da sua mulher ideal".

EPA Emma empresário Atall Intelligent Robot Technology Shenzhen China Chen ciência e tecnologia robô sexual
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)