Barra Cofina

Correio da Manhã

Insólitos
7

Infantário dá boas-vindas aos alunos com stripper em varão

Caso insólito em escola chinesa para alunos de 3 a 6 anos deixa pais estarrecidos.
3 de Setembro de 2018 às 21:24
Dançarina de varão causa escândalo em infantário chinês
Dançarina de varão causa escândalo em infantário chinês
Dançarina de varão causa escândalo em infantário chinês
Dançarina de varão causa escândalo em infantário chinês
Dançarina de varão causa escândalo em infantário chinês
Dançarina de varão causa escândalo em infantário chinês
Dançarina de varão causa escândalo em infantário chinês
Dançarina de varão causa escândalo em infantário chinês
Dançarina de varão causa escândalo em infantário chinês
Uma escola da cidade chinesa de Shenzen resolveu inovar na habitual festa de início de ano letivo. O infantário, que acolhe crianças de tenra idade, achou que a melhor maneira de dar as boas-vindas aos alunos e pais seria apresentar um espetáculo com uma voluptuosa dançarina de varão. A artista atuou perante centenas de menores e as reações foram pouco positivas.

Michael Standaert, um escritor americano que vive na China, foi um dos pais que ficou estarrecido com o espetáculo pouco infantil, oferecido a crianças de entre 3 a 6 anos. E também não gostou do programa oferecido antes do início das atividades letivas.




"Antes de os nossos filhos chegarem ao jardim infantil para o verão, houve 10 dias de 'atividades' militares e demonstrações de metralhadoras e morteiros à porta; agora, o diretor deu-lhes as boas-vindas com um espetáculo de strip num varão com a bandeira da China hasteada. Está tudo doido!" publicou o escritor no Twitter, onde também partilhou vários vídeos da ousada apresentação.


O caso levou a escola a apresentar desculpas e, revela o Washington Post, obrigou as autoridades educativas a abrir uma investigação à escola privada Xinshahui, recomendando a demissão da diretora.


Perto da escola, foi colocado um cartaz a publicitar um clube de strip tease, o que levantou suspeitas de que a diretora possa ter recebido um pagamento para promover o espetáculo. Esta nega, e pede desculpa: "Prometi aos pais que não ensinaria aos miúdos este tipo de dança. Eu só queria que as crianças soubessem da existência deste tipo de dança", disse Lai Rong ao Post.
Michael Standaert China escola infantário espetáculo strip tease varão dança festa escândalo
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)