Barra Cofina

Correio da Manhã

Insólitos
1

Mata gorila famoso em vias de extinção e é condenado a 11 anos de prisão

Homem alegou que atacou ‘Rafiki’ em legítima defesa. Animal é exemplar raro que encantava turistas no Uganda.
Correio da Manhã 30 de Julho de 2020 às 15:39
Rafiki tinha 25 anos
Rafiki tinha 25 anos FOTO: DR

O homem que matou um dos gorilas das montanhas mais famoso do mundo, ‘Rafiki’, no Uganda, foi condenado a 11 anos de prisão, pelos crimes de invasão de área protegida e morte do animal que está em vias de extinção.

Felix Byamukama alegou em tribunal que agiu em legítima defesa. A espécie conta com pouco mais de 1000 exemplares vivos e, por isso, a Autoridade para a Vida Selvagem do Uganda considera que "Rafiki recebeu justiça".

O homem agora condenado confessou que ele e mais três amigos tinham invadido a zona do Parque Nacional de Bwindi para caçar outros animais de pequeno porte, e que matou sobre o animal para se proteger.

A carcaça de ‘Rafiki’ foi encontrada a 2 de junho e apresentava sinais de perfuração com um objeto perfurante e cortante, como uma faca.

O gorila, que é famoso em todo o país, tinha 25 anos e liderava um grupo de 17 gorilas da montanha que estavam habituados ao contacto humano e encantam os turistas que visitam aquele local.

Rafiki Uganda interesse humano animais crime lei e justiça punição / sentença
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)