Barra Cofina

Correio da Manhã

Insólitos
2

Mulher engravida duas vezes em 10 dias

Irmãs nasceram com pesos e fases de evolução diferentes. Caso raríssimo surpreende médicos.
José Carlos Marques 14 de Novembro de 2016 às 12:54
Irmãs Charlotte e Olivia nasceram com pesos diferentes e não partilham o mesmo grupo sanguíneo
Irmãs Charlotte e Olivia nasceram com pesos diferentes e não partilham o mesmo grupo sanguíneo FOTO: Selena Rollasson

Uma mulher australiana deu à luz duas bebés que foram concebidas com um intervalo de 10 dias de diferença. O fenómeno - designado como superfetação - é extremamente raro, ainda mais no caso de Kate Mills. É que o segundo bebé resultou de uma ovulação posterior à primeira gravidez e o óvulo foi inseminado com o mesmo sémen da relação sexual original. Ou seja, o casal Pete e Kate Mills só teve sexo uma vez, dando origem a duas meninas no intervalo de 10 dias.

O caso, raríssimo - só são conhecidos cerca de 10 casos de superfetação em todo o mundo -  aconteceu na Austrália em 2015. Mas foi agora divulgado numa reportagem do programa Today Tonight, do canal Seven Network, um dos mais vistos no país.

Kate conta que se submeteu a um programa de tratamento hormonal para ultrapassar um problema congénito que a impedia de ovular. A terapia resultou, tanto que Kate engravidou de gémeos. No entanto, um dos óvulos não se desenvolveu. Dez dias depois, voltou a engravidar, de um outro óvulo mas do mesmo esperma da relação sexual inicial - o que é outra raridade, o esperma sobreviver durante tanto tempo no aparelho reprodutivo da mulher.

Os pais e os médicos aperceberam-se de que algo estava errado quando surgiram as primeiras ecografias. Os fetos apresentavam diferentes estágios de desenvolvimento, sendo um muito maior do que o outro. O ginecologista que assistiu Kate acabou por chegar à conclusão de que  se tratava de um caso de superfetação.  "Não encontrei qualquer literatura médica sobre o assunto. Tive de ir à procura no Google para encontrar a resposta", conta o médico Brad Armstrong.

Charlotte e Olivia nasceram saudáveis de cesariana, em dezembro de 2015, dois dias antes da data prevista. Tinham tamanhos e pesos diferentes e diferentes grupos sanguíneos. Mas, aos 10 meses de idade, crescem saudáveis e sem qualquer problema diagnosticado.

Kate Mills Pete Austrália bebés gravidez 10 dias grávida duas vezes superfetação
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)