Barra Cofina

Correio da Manhã

Insólitos
2

Mulher detida enquanto liga para o "112"

Americana estava a ser abordada por polícia. Veja o vídeo.
6 de Agosto de 2016 às 13:34
Mulher foi detida de forma abusiva
Mulher foi detida de forma abusiva FOTO: DR
Mais uma detenção polémica de um cidadão negro nos EUA. Desta vez trata-se de uma mulher foi detida de forma violenta, na cidade de Houston, Texas, depois de ter sido mandada parar por um polícia por, alegadamente, ter cometido uma infração de trânsito.

O agente afirma que Earledreka White terá 'pisado' o traço contínuo com a viatura. Mas a vítima desmente esta informação.

Na primeira abordagem, perguntou ao agente o porquê da perseguição e obteve respostas em tom alterado e ameaças de que seria detida.

White, trabalhadora dos serviços sociais, começou a sentir-se incomodada e decidiu ligar o 911 (o número de emergência na América), equivalente ao nosso 112) dizendo, com voz a tremida, que estava com medo do polícia. A chamada para o serviço de emergência foi gravada e é possível ouvir a mulher a falar num tom cordato, antes de ser detida. Altura em que se ouve Earledreka a gritar que está a ser humilhada. A cena também foi filmada por câmaras de vigilância que atestam a reação inusitada do agente.

A dado momento, o polícia arranca o telemóvel da mão da mulher e arrasta-a para o cabo patrulha. White foi acusada de resistência às autoridades e ficou detida.

Polícia desmente má conduta
O caso aconteceu em Abril de 2016. Segundo os media locais, White esteve detida por dois dias. Fez queixa da atuação das autoridades e a polícia começou por dizer que não tinha encontrado "nada de errado" na atuação do agente. No entanto, este acabou por se exonerado da força.

A revelação do vídeo com o áudio da chamada, publicados há dias na Internet, reacendeu a polémica sobre a atuação das forças policiais americanas.
Houston Texas Earledreka White polícia prisão
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)