Barra Cofina

Correio da Manhã

Insólitos

Trai a mulher logo após a morte da cunhada

Esposa descobriu o caso apenas dois anos depois de tudo ter começado.
12 de Abril de 2018 às 10:07
Casal
Casal
Sexo
Sexo
Sexo
Sexo
Sexo
Casal
Casal
Sexo
Sexo
Sexo
Sexo
Sexo
Casal
Casal
Sexo
Sexo
Sexo
Sexo
Sexo
Um homem casado de 38 anos revelou em confissão ao jornal The Sun que traiu a mulher com uma colega de trabalho numa das fases mais difíceis da sua vida. O britânico assume que não soube lidar bem com a angústia da esposa de 36 anos que tinha acabado de perder a irmã, apenas dois anos mais velha do que esta.  

O caso aconteceu há cerca de dois anos quando a irmã da companheira morreu de ataque cardíaco. "A minha mulher ficou despedaçada e eu também. Era muito amiga da minha cunhada e vê-la partir tão cedo, com a minha idade, foi doloroso. Não sabia lidar com a depressão da minha mulher e acabei por me isolar", confessa.

O casal acabou por se afastar física e psicologicamente e foi então que uma colega de trabalho de 39 anos se aproximou do homem. "Acabámos por nos envolver mas aquilo era um caso mais emocional do que sexual. Na altura sentia-me bem mas depois ficava completamente em baixo e a sentir-me culpado", recorda.

O homem decidiu colocar um ponto final na relação extraconjugal e passado um ano de se tornarem amantes o caso entre os dois terminou.

"Há duas semanas atrás ela enviou uma mensagem a perguntar como é que eu estava. Estupidamente acabei por responder e disse que estava bem. O marido dela viu as mensagens e assumiu que tinhamos voltado, uma vez que ele sempre soube do que se passou e decidiu contar tudo à minha mulher que ficou naturalmente magoada e furiosa", explica.
questões sociais The Sun crime lei e justiça
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)