Barra Cofina

Correio da Manhã

Mais CM
5

A MANA JARDEL

O apelido não engana: Jordana é irmã do craque sportinguista e quer ser uma grande modelo. A ‘leoa’ já mostrou que tem raça e as más-línguas dizem que namora com um homem de ‘verde-e-branco’: Ronaldo, colega do superMário.
18 de Maio de 2003 às 00:00
Num abrir e fechar de olhos, os corpos perfeitos de Gisele Bündchen, Fernanda Tavares ou Caroline Ribeiro seduziram o mundo inteiro e as três ‘garotas de Ipanema’ tornaram-se nas primeiras ‘top models’ brasileiras. Além de belas, ricas e famosas, o percurso profissional destas ‘divas’ é seguido de perto por milhares de jovens adolescentes, que ambicionam um lugar ao sol no mundo da moda.
Jordana Jardel, 17 anos, estudante e natural de Fortaleza (Brasil), é mais uma rapariga com vontade de triunfar nas ‘passereles’. O facto de ser a irmã mais
NOVA NÚMERO 16
do Sporting, Mário Jardel, pode dar um ‘empurrão’ à sua carreira, mas a adolescente quer triunfar sozinha. Talvez um dia venha a ser tão conhecida quanto a Claudia Schiffer ou a Naomi Campbell, as manequins que mais admira.
Para esse dia chegar, a jovem reconhece que vai ter de fazer dieta. “Eu tenho uma relação saudável com o meu corpo mas quero perder alguns quilos para ficar em forma. Já reparei que as manequins portuguesas são mais magras do que as brasileiras”, avança a menina Jardel que, apesar de ter alguns cuidados com a alimentação, dificilmente resiste à gastronomia portuguesa.
QUEM É QUE A PODE CENSURAR...
Desde pequena que Jordana se divertia a calçar os sapatos de salto alto da mãe, Maria de Fátima, e a fingir que estava a desfilar numa ‘passerelle’, sob o olhar atento do público. Aos 9 anos, o sonho torna-se realidade e, pela primeira vez, tem a oportunidade de participar num desfile verdadeiro. Como se comprova, a paixão da adolescente por esta profissão já vem de longe...
JORNALISTA E MANEQUIM
“Em criança, fiz algumas passagens de modelos mas só por brincadeira. A minha mãe disse-me para pensar primeiro nos estudos, e só depois na moda”, confessa Jordana, que faz questão de seguir os conselhos da progenitora, com quem vive em Lisboa há mais de oito meses. As duas são grandes amigas e já estão habituadas à vida na Capital. A adolescente está a pensar em ficar por cá e terminar a escolaridade.
“Gostava de seguir jornalismo, mas ainda não me decidi. Só sei que me sinto bem em Lisboa. As pessoas são muito simpáticas e gostava de continuar a conciliar os estudos com a carreira de manequim”, garante a irmã de Mário Jardel que, no fim--de-semana passado, na Figueira da Foz, desfilou pela primeira vez para a marca portuguesa ‘Concreto’ by Osvaldo Martins, no âmbito do ‘Portugal Fashion’. Apesar de ainda não ser uma veterana nestas ‘andanças’, mostrou-se calma e segura. “Foi uma experiência fabulosa. Admiro muito os criadores portugueses e não me importava de desfilar para a Fátima Lopes, Augustos ou Miguel Vieira”, avança a ‘caloira’ que, há quatro anos, aprendeu todos os truques desta profissão durante a estadia prolongada no Porto.
Jordana e o seu irmão mais velho, Juninho, deixaram o Brasil no final da década de 90 depois da morte do pai, César Ribeiro, uma triste notícia que deixou a família – e principalmente o actual jogador do Sporting – destroçados.
O atleta jogava então no Futebol Clube do Porto e para o ajudar a ultrapassar este período, a família Jardel mudou-se de armas e bagagens para a Invicta. Jordana recorda os tempos portuenses:
“No início, tive alguma dificuldade em entender a língua. Quando os portugueses falam muito depressa, é mais difícil compreender todas as palavras. Mas tirando isso, adorei os anos em que vivi no Porto. É uma cidade mais triste do que Lisboa mas foi lá que fiz bons amigos e tirei o meu curso de manequim”, recorda a ‘mana’ mais nova do craque brasileiro.
Além do curso de manequim, a estudante conta ainda com os conselhos preciosos de Karen Ribeiro, a ex-mulher de Jardel, que chegou mesmo a conquistar o título de ‘Miss Brasil’. Karen apoia a decisão profissional da jovem e as duas desfilaram, lado a lado, durante a apresentação da nova colecção Primavera/Verão do criador Gio Rodrigues.
Actualmente, Jordana já se sente como ‘peixe na água’ na capital portuguesa, e não dispensa um passeio às Docas ou ao Parque das Nações. Mas é em casa que ela se sente mais protegida.
Aos poucos, a irmã do craque leonino começa a ser reconhecida na rua e, nos últimos meses, a comunicação social já avançou com a hipótese da brasileira ser a nova namorada de Ronaldo, o jovem jogador do Sporting. Mas sobre isso, Jordana limita-se a dizer ‘não comento’. A ver vamos...
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)