Barra Cofina

Correio da Manhã

Mais CM
9

Bárbara Guimarães: “É a dançar que a gente se entende”

A apresentadora de televisão acredita que “Portugal tem talento” e, apesar da crise, é o País onde quer viver. Nascida em Abril, vê nos cravos vermelhos o símbolo eterno da Liberdade
7 de Outubro de 2012 às 15:00
Bárbara Guimarães: “É a dançar que a gente se entende”
Bárbara Guimarães: “É a dançar que a gente se entende” FOTO: Vítor Mota

Nasceu em Angola, em abril de 1973, e com apenas quatro meses mudou-se para São João da Madeira, no norte de Portugal. Trocou o curso de Relações Internacionais pelo jornalismo e estreou-se na TVI, como repórter de informação. mudou depois para a SIc, onde se tem destacado na área do entretenimento.

Filha de um escultor e de uma professora primária, foi em casa que moldou o destino. O gosto pelas letras levou-a ao jornalismo. Passou pela rádio, onde conduziu um magazine cultural, e voltou a essa área na SIC Notícias com ‘Sociedade das Belas Artes’ e Páginas Soltas’. Rosto habitual das galas dos ‘Globos de Ouro’, é no entretenimento que encontra a âncora profissional.

Casada com o ex-ministro Manuel Maria Carrilho, de quem tem dois filhos, Dinis e Carlota, participou na campanha eleitoral daquele à Câmara de Lisboa. Em 2012, foi capa da revista ‘GQ’ e afirmou ser "atrevida por natureza".

A resposta escolhida surge a sublinhado

- Aceitou ser o rosto de ‘Toca a Mexer’, programa que mostra pessoas com excesso de peso a dançar, porque:

a) Corpo são em mente sã é a nossa melhor disciplina

b) Nada melhor do que mexer para esquecer as agruras da vida

c) É a dançar que a gente se entende

- Se ganhasse uma viagem para um destino longínquo, escolhia...

a) O Pólo Norte, adoro frio

b) Marte. Se é para me evadir, que seja para bem longe

c) Zanzibar: misturar praia, um sol brilhante e o cheiro das especiarias parece-me deveras inspirador


- Para si, o maior desafio do trabalho em televisão e da própria vida é...

a) Estar em directo

b) Ter a tarefa de julgar as pessoas

c) Ser obrigada a mostrar sempre boa cara

- Se conduzisse um reality show sobre o futuro do País, dava-lhe o título de...

a) ‘Portugal tem talento’

b) ‘Verdade ou Talvez Não’

c) ‘Salve-se quem puder’

- Convidada a escolher a imagem que melhor reflecte a ideia de paraíso, indicava

a) Uma praia de areia clara e água quente

b) Um jardim cheio de flores e sem abelhas

c) Um mundo sem desigualdades

- Nasceu em Abril, um ano antes da revolução que quis mudar Portugal. Para si, os cravos vermelhos simbolizam…

a) Uma bonita flor

b) A liberdade, sempre

c) Como escreveu Florbela Espanca, "bocas rubras de chama a palpitar"


- No pior dos cenários, a Europa desintegrava-se devido ao escalar da crise e era obrigada a procurar um novo refúgio. Escolhia...

a) Angola, a minha terra natal

b) Brasil, adoro terra quente

c) Islândia, para aprender a dar a volta à crise

d) Apesar de todas as adversidades, ficava no meu país, que é Portugal

- Imagine que entrava na máquina do tempo e conseguia vestir a pele de uma personagem histórica famosa. Para si, a mais inspiradora seria...

a) A Padeira de Aljubarrota, para manter vivo o protagonismo das mulheres

b) Rainha Santa Isabel, mas fazia o milagre ao contrário e, neste momento de crise, optava por transformar as rosas em pão

c) Vasco da Gama, para poder dar outro rumo à nossa História

- Como jurada do concurso ‘Ídolos’, coube-lhe a difícil tarefa de ajudar escolher o ídolo de Portugal. Para si, uma boa voz é…

a) A dos meus filhos

b) Todas as que têm coragem de cantar pela manhã no chuveiro

c) Frank Sinatra, sempre…

d) Aquela que me faz sentir mais emoções

- Convidada a cantar ao vivo um tema simbólico dos tempos que correm, dava voz a ...

a) O hino ‘A Portuguesa’, para lembrar o prestígio dos nossos ‘egrégios avós’

b) ‘A cantiga é uma arma’, de José Mário Branco

c) ‘Cantarei até que a voz me doa’, para homenagear a mestria do fado

d) Outra hipótese: o melhor era mesmo ‘O Balão do João’


- Foi alvo de uma biografia recente que a obrigou a olhar para o umbigo. Com esse exercício recordou…

a) Muitas histórias que me emocionaram

b) Uma viagem aos dias mágicos da minha infância

c) O verdadeiro filme que é a minha vida. 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)