Bocage: libertinagem em bom português

Nome maior da literatura é mais famoso pela poesia erótica e satírica.
Por João Pedro Ferreira|06.01.19
Bocage: libertinagem em bom português
Manuel Maria Barbosa du Bocage (1765-1805) foi o maior poeta português do seu tempo e um dos maiores de sempre, a par de Camões e de Fernando Pessoa.

Natural de Setúbal, era filho de um magistrado caído em desgraça na sequência de uma acusação de desvio de dinheiros públicos. Como parte da sua formação de oficial da marinha, Bocage embarcou para a Índia em abril de 1786, passou pelo Rio de Janeiro e viveu em Goa. Em 1789 desertou para Macau.

Regressado a Portugal em 1790, aderiu ao grupo de poetas da Nova Arcádia, adotando o pseudónimo de Elmano Sadino.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!