Barra Cofina

Correio da Manhã

Mais CM

Bonito serviço

Como esperavam os europeus negociar numa posição de força com a Alemanha quando estão desesperados para que ela pague a salvação do euro é algo que não se entende. Mário Soares, num recente momento de delírio, sugeriu mesmo a Passos Coelho que desse um "murro na mesa" na Europa. Como se Portugal estivesse em situação de dar "murros na mesa". Bem pode dá-los, mas Merkel terá de certeza mais do que fazer do que prestar-lhe atenção.
Luciano Amaral 9 de Dezembro de 2011 às 01:00
Bonito serviço
Bonito serviço

Merkel, aliás, tem razão numa coisa: não deve existir euro-dívida sem "união orçamental". Mas não tem razão em chamar "união orçamental" àquilo que propõe para esta semana: um mero sistema europeu de supervisão orçamental e castigo para os faltosos. A "união orçamental" teria de partir de 17 parlamentos diferentes em direcção a um só parlamento europeu, naquilo que seria uma autêntica refundação democrática da UE. Coisa para durar anos, senão décadas, se alguma vez viesse a ser real.

Em vez disso, teremos uma refundação tecnocrática da UE, diminuindo o poder das democracias nacionais. Continua a deslegitimação democrática da UE sem afastar a ameaça de de-saparecimento do euro.Um bonito serviço.

Ver comentários