Barra Cofina

Correio da Manhã

Mais CM
8

Dois nomes políticos e dois ursos marcam a semana

O autarca Boris Johnson, no Reino Unido, o candidato Donald Trump, nos EUA, e os animais que valem Ouro em Berlim.
Mafalda de Avelar 28 de Fevereiro de 2016 às 15:00
Boris Johnson quer Reino Unido fora da União Europeia
Boris Johnson quer Reino Unido fora da União Europeia FOTO: Facundo Arrizabalaga/WPA

1. - BORIS JOHNSON, MEDIÁTICO I

Quem ‘Mayor’ Onde Londres


Já faz tempo que Boris Johnson é ‘uma figura’, de resto bem conhecida, do eleitorado britânico. Presidente da Câmara de Londres (Mayor), desde 2008, este político, que começou a sua carreira como jornalista, sempre teve nos media o seu trampolim de notoriedade. Boris é ‘um caso’ e, para alguns, até ‘um louco’. O certo é que é lido por todos. O seu estilo de escrita é inconfundível. Para os que gostam e para os que nem por isso. Candidata –se a ser o próximo premier...

 

2. - MAYOR ASSUSTA CAMERON E UE

O quê Opinião Onde ‘The Telegraph’


Conservador, Boris, que é colunista do ‘The Telegraph’, chega aos diversos quadrantes da sociedade. Daí a justificação para o susto que "a sua opinião sobre a defesa da saída do Reino Unido da UE" está a criar na Europa. E se Cameron foi "apanhado" de surpresa ou o mesmo aconteceu com os mercados.

 

3. - LIBRA AFUNDA

O quê Desvalorização A quê Dólar


Depois de Boris ter anunciado que defendia a saída do Reino Unido da UE, a libra afundou para os valores mais baixos dos últimos sete anos face ao dólar. E se o Banco de Inglaterra já tem um plano de contingência, à Europa resta-lhe rezar e a Cameron pedir perdão pelas promessas eleitorais. É que com o mediático Boris, o quadro pode mudar de figura.

 

4. - DONALD TRUMP, MEDIÁTICO II

O quê Primárias Onde EUA

Outra das figuras em destaque, esta semana, é o milionário Trump, que está cada vez mais perto da Casa Branca. Apesar da luta, por parte dos republicanos, por encontrarem um concorrente à altura de Trump, as coisas não estão fáceis. Na vitória desta semana, a terceira consecutiva, Trump ficou a larga distância dos seus adversários, Marco Rubio e Ted Cruz. E até expressivos votos da comunidade hispânica obteve. O polémico Trump, está ‘quase provando’. que "una trampa = Trump" não pega nos Estados Unidos. E até pode virar Presidente.

 

5. - HAVERÁ TRÉGUAS NA SÍRIA?

O quê Proposta dos EUA e da Rússia


Os Estados Unidos juntamente com a Rússia estão no "tudo por tudo" por alguns dias de paz na Síria. Esta semana, o regime de Damasco anunciou que iria aceitar a proposta destas duas megapotências. Proposta esta que se prende com a exigência de um cessar-fogo a partir de 27 de fevereiro. De notar que Damasco aceitou o acordo mas reiterando que irá continuar a combater grupos de terroristas, como o Estado Islâmico e a Frente Al-Nusra. Ou seja: quando é que esta região terá paz? O certo é que ninguém sabe…

 

6. - BÓSNIA NA TELA E NA UE

O quê Adesão de país dos Balcãs


Depois de anos de Guerra, a Bósnia-Herzegovina apresentou oficialmente o pedido de adesão à União Europeia. Este país do Balcãs, cuja vizinha Croácia já é membro do clã europeu, está a apanhar a boleia de Montenegro e da Sérvia, países a caminho da integração. Com uma economia debilitada e com tensões étnicas, o caminho poderá não ser óbvio. E se na realidade ainda não há galardões, no cinema o bósnio Danis Tanovic, recebeu com ‘Death in Saravejo’ o grande prémio de Berlim, que decorreu nesta última semana.

 

7. - REFUGIADOS GANHAM URSO

Quem Gianfranco Rosi Onde Berlim

A crise dos refugiados é o tema do ano. Um tema bem real que não escapou à lupa do júri da 66ª edição do festival de Berlim, que atribuiu a Gianfranco Rosi um Urso de Ouro pelo seu ‘Fuocoammare’, documentário que aborda a crise dos refugiados em Lampedusa. O realizador, que já venceu o Leão de Ouro de Veneza em 2013, volta a tocar os corações do júri. Uma história, que marca a história – até da Berlinale, que pela primeira vez em seis décadas atribui o grande prémio a um documentário.

 

8. - 'BALADA' DE LEONOR, TAMBÉM

O quê Prémio Quem Realizadora

É a mais jovem galardoada da Berlinale. É portuguesa. Tem 23 anos. E filmou a melhor curta-metragem do ano, segundo o júri do Festival de Berlim. "Balada de um Batráquio", apresenta o preconceito xenófobo português em relação aos ciganos. Esta filha de pai cigano, quebra sapos e intervém em nome da liberdade. Já ganhou!

 

9. - CORRUPÇÃO E MULHERES

Quem Ex-presidentes Onde Brasil


Longe de Berlim, Brasil, dois ex-presidentes estão a dar que falar. Corrupção e mulheres são os temas. Lula ganha no primeiro, Fernando Henrique Cardoso, que "financiou" uma amante na Europa, no segundo. Enquanto isso, à custa do Zika, a Austrália proibiu visitas a favelas durante as olimpíadas.
EUA Reino Unido Donald Trump Boris Johnson Sinais Globais Festival de Berlim
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)