Barra Cofina

Correio da Manhã

Mais CM
7

Drones: Maior feira realizada em Portugal

No festival de drones foram distribuídos cinco mil euros nas diversas competições.
João Ferreira e Suely Costa 1 de Maio de 2016 às 15:00

São comandados à distância por um piloto que vê a pista com óculos especiais que recebem imagens em tempo real captadas pela câmara nas aeronaves. Atingem mais de 100 kmem apenas 11 segundos e percorreram a pista interior instalada no Parque de Exposições de Braga, onde decorreu o iDrone Experience. Vinte e dois pilotos participaram nesta corrida – o FPV (First Person View) – na 3ª edição do maior evento de drones do País, onde famílias e escolas receberam um kit, frequentaram workshops e deram vida aos seus próprios drones. O desafio estava em programar drones para as provas de robótica autónoma, organizadas pelo Instituto Superior do Cávado e Ave (IPCA). João Vilaça, investigador do IPCA, acredita que "estamos a caminhar para uma era onde drones vão andar sozinhos à semelhança dos carros autónomos". O investigador alerta ainda para "os riscos de serem pirateados" com consequências graves em áreas como a militar. Neste festival de drones foram distribuídos 5 mil euros em prémios nas diversas competições.

Baterias: Duram 400 vezes mais

Americanos criaram um sistema com gel em torno de pequenos fios de ouro que protege as baterias de corrosão, o que permite que durem 400 vezes mais do que as de lítio.

Malária: Vacina portuguesa

A vacina contra a malária que está a ser criada poderá ser testada em humanos já no início de 2017, disse Miguel Prudêncio, investigador do Instituto de Medicina Molecular.

Telemóveis: Botão de pânico

A partir de 2017 todos os telemóveis vendidos na Índia vão ter um botão de pânico, para proteger as mulheres contra a violência.

Global NET

O Skull Conduct pode abrir o caminho às ‘passwords cranianas’. Trata-se de um projeto de cientistas alemães que identifica uma pessoa através da ressonância gerada pelos ossos do crânio a determinados sons. Tudo começa com a emissão de um som com uma frequência e um dispositivo com um microfone capaz de captar a reação do crânio ao som emitido. Os investigadores já testaram o método em dez voluntários e chegaram à conclusão que os padrões de ressonância repetem-se consoante o utilizador, ou seja, identificam a pessoa, podendo funcionar como password.

 

Relatório, maioritário…

Por Reginaldo Rodrigues de Almeida

O mundo da publicidade está fascinante e também perigoso. Fazer uma compra é mais do que adquirir um artigo, é fornecer uma radiografia do nosso perfil de motivação de compra. Os sistemas de fidelização de clientes e a análise dos perfis de consumo são prá-ticas correntes e têm por missão suscitar novas compras. As máximas do marketing trabalham com as neurociências. Com o digital, é importante olhar para o mercado de forma prudente. Na sociedade de consumo, o importante já nem sequer é produzir, mas sim garantir a venda. A novidade é que não sabemos o que pode acontecer à nossa informação pessoal, até aqui considerada pessoal e intransmissível.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)