Barra Cofina

Correio da Manhã

Mais CM
2

Embarcação retida em Marrocos acabou por naufragar em 2003

Corria o ano de 1990 e o frio mês de Novembro quando o País inteiro se comoveu com o regresso a terra dos pescadores embarcados no ‘Jorge Natálio’ após um mês de “amargura” no mar. A embarcação de Olhão tinha sofrido uma avaria no motor de arranque, mas acabou por ficar aprisionada em Dakla (Marrocos).
20 de Novembro de 2011 às 00:00
Depois do prejuízo, João Graça nunca mais voltou a ter um barco de pesca. Agora é motorista em terra
Depois do prejuízo, João Graça nunca mais voltou a ter um barco de pesca. Agora é motorista em terra FOTO: Luís Costa

A legislação tinha mudado há pouco tempo, mas a necessidade obrigou o ‘Jorge Natálio’, barco de João Graça, a fazer-se ao mar mesmo com uma licença provisória. O barco já vinha de volta a casa, a boa terra de Olhão, quando o azar avariou o motor e o barco ficou à deriva ao largo de Marrocos. Os marroquinos interceptaram-no e rebocaram-no para Dakla, onde ficou aprisionado indevidamente. A bordo ficaram os homens do mar cheios de fome, enquanto toneladas de pescada e atum apodreciam no porão durante um mês.

Para o armador João Graça, foi o início de um pesadelo. "Deram-me 25 mil contos de multa, mas com a ajuda de um advogado, que provou que a detenção era ilegal, reduziram para seis mil. Paguei mais cem contos ao marroquino que ia ao barco levar comida e gasóleo aos homens. Ele dizia que era boa comida, mas era carne de camelo. Aquilo quase foi a minha ruína", recorda.

NAUFRÁGIO EM 2003

Mas a triste sina do ‘Jorge Natálio’ não ficou por aqui. Em 2003 voltou a ser notícia pelas piores razões, pois naufragou ao largo de Olhão. Mais uma vez vinha carregado de peixe e os prejuízos foram enormes. João Graça não tem outros modos para recordar a embarcação: "só me deu dores de cabeça. Ainda por cima, quando naufragou, tinha acabado de ser arranjado".

Por tudo isso, João Graça não voltou à actividade de armador. Manteve-se sempre ligado à pesca, profissão que, aliás, já herdou dos pais, mas agora é motorista numa empresa de transporte de pescado.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)