Barra Cofina

Correio da Manhã

Mais CM

Encantado para a vida

Quando ele recebe o telefonema reconhece logo aquela voz do passado recente. Embora tivessem deixado de falar frequentemente, não a esqueceu e fica surpreendido por lhe ligar agora.
17 de Março de 2013 às 15:00
Tiago Rebelo, breves histórias
Tiago Rebelo, breves histórias

Em tempos ela disse-lhe que eram um caso arrumado, no entanto volta a ligar-lhe para saber dele. Conversam um pouco, desligam e é tudo.

Passam-se alguns dias. Ele vai ao centro comercial fazer compras de final de dia e, ao virar da esquina no final de um corredor, dá com ela por acaso. Cumprimentam-se com a familiaridade de sempre, mas ele tem as mãos carregadas de sacos e ela fica ligeiramente embaraçada com a surpresa e diz que vai com pressa. Dali a pouco, ela envia-lhe uma mensagem simpática para o telemóvel. Gostei de te ver, diz. Responde-lhe o mesmo, também gostou de a ver.

É curioso, porque não se cruzam há três anos e, subitamente, parece que o destino os empurra um para o outro. Ele fica a pensar nisto sem saber bem como interpretar a coincidência. Ela fica a pensar nele, um pouco aflita, porque lhe parece que o tempo deles passou e não terão uma segunda oportunidade.

Acaba uma semana, e acaba outra. Não voltam a falar. Ele envia-lhe uma mensagem por impulso, reagindo a um pensamento, a uma perplexidade. Porque me deixaste? Porque na altura não acreditei em nós, responde-lhe. E agora? Agora acredito, diz a mensagem dela.

Quando a viu pela primeira vez ficou encantado para toda a vida. Em breve, disse-lhe que era preciosa, uma raridade, que a desejava. Ela, desconsertada, acabou por admitir que o amava. Porém, a vida afastou--os e hoje ele não está convencido que ela continue a pensar o mesmo de outrora.

Decide que não deve forçar nada, que se realmente for uma inevitabilidade voltarem um para o outro o destino encarregar-se-á de a trazer de volta. Pois bem, ela não está disposta a esperar pelos caprichos do destino e envia-lhe outra mensagem a convidá-lo para se encontrarem. Combinam na mesma esquina do mesmo centro comercial.

Desta vez ele percebe que ainda a ama tanto como antigamente. Logo que a vê sabe que continua encantado para a vida. De modo que a abraça e a beija e percebe que tinha mais saudades do que estava disposto a admitir a si próprio, talvez para se defender de uma tristeza infinita. Mas agora tem de arriscar. Ela também tem a certeza e diz-lhe ao ouvido nem imaginas a falta que me fizeste. Amo-te, responde-lhe. Ainda bem, diz ela, porque não tenciono deixar que saias da minha vida novamente.

Tiago Rebelo breves histórias
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)