Barra Cofina

Correio da Manhã

Mais CM
6

Férias boas e económicas

Ficar em casa não é solução. Quando o orçamento diminui há que procurar alternativas mais baratas para o Verão.
30 de Junho de 2013 às 15:00
Praia deserta na Ria Formosa
Praia deserta na Ria Formosa FOTO: Luís Costa

A 'crise' não dever ser justificação para ficar em casa nas próximas semanas. O segredo está em estabelecer limites para gastos e procurar alternativas mais baratas e programas grátis ou que apresentem mais-valias para toda a família De norte a sul do País não faltam propostas para quem não quer passar ao lado do verão.

OLHÃO E RIA FORMOSA

Conhecida como a Cidade Cubista, por causa da arquitetura típica das suas casas em forma de cubo, Olhão é um ponto com referência especial na rota turística do Algarve.

A autenticidade das suas gentes, a singular paisagem urbana, a vocação para o artesanato, a gastronomia e as suas ilhas, junto à Ria Formosa, são só por si razões para uma visita.

Mas desde há alguns anos Olhão tem outro motivo de atração forte: o Festival do Marisco, realizado no Jardim Pescador Olhanense.

O evento vive obviamente do marisco, apresentado nas suas vastas variedades e confecionado de modo tradicional. No entanto, o festival oferece também muita animação de rua e espetáculos musicais de grandes nomes. Este ano realiza-se de 10 a 15 de agosto e o cartaz musical integra Tony Carreira, Xutos & Pontapés, Carminho e João Pedro Pais. Os ingressos custam oito euros.

Ali ao lado há ainda um parque de insufláveis e air-bungee montado para os mais pequenos e o Centro de Educação Ambiental da Quinta do Marim, instalado no Chalet João Lúcio. Mas quem está em Olhão não deve dispensar um passeio de barco pela Ria Formosa ou uma visita às suas belíssimas e quase desertas praias. Dormir fica mais barato no Parque de Campismo SBSI de Olhão ou no Camping da Ilha da Armona.

AS PRAIAS DE PORTIMÃO

De 6 a 11 de agosto, o Festival da Sardinha de Portimão torna a cidade algarvia num dos lugares mais castiços de Portugal. Portimão enche-se de milhares de pessoas prontas a ceder aos encantos das mais frescas sardinhas. Mas se prefere cinema, agende as férias para setembro e aproveite para ir, nos dias 22 a 25, ao Portimão Film Weekend. Nesse mês, o desporto automóvel reina no Autódromo Internacional do Algarve de 16 a 18, altura em que se realiza o International GT Open.

Paralelamente aos eventos, nos primeiros e terceiros domingos de cada mês há Feira de Velharias. Para toda a família há sempre a hipótese de fazer um passeio de bicicleta na zona ribeirinha de Portimão ou de Alvor, ou passar uma boa tarde no Zoomarine. O Parque da Juventude tem circuitos para patins e skates. Mas o melhor de Portimão são mesmo as praias, onde se contam algumas das mais famosas do país: Praia dos Três Castelos, do Vau ou dos Três irmãos e, claro, a Praia da Rocha.

Este ano há grandes promoções na região, a nível do alojamento, sobretudo para quem fizer a reserva pela internet. Há ainda cadeias de supermercados com acordos com agências de viagens que estão a oferecer uma semana de alojamento para quatro pessoas a 249 euros.


DA ZAMBUJEIRA A PORTEL

O Festival do Sudoeste é um dos ex-libris do verão. Este ano decorre entre 7 e 11 de agosto, com um cartaz que integra nomes como Pitbull, Fatboy Slim, Kika, Pete Tha Zouk, DJ Vibe, Orelha Negra, Richie Campbell ou Natiruts. Os passes custam 95 euros mas incluem nove dias de campismo grátis. No entanto, também pode optar por um dos bungalows do Eco-resort ZMar. E enquanto os filhos estão no festival, os pais têm razões de sobra para aproveitar as redondezas. Numa visita a esta freguesia é de não perder as suas bonitas praias de falésias, como a Zambujeira ou os Alteirinhos, bem como o largo da Capela de Nossa Senhora do Mar e as fontes dos Amores e de Santa Catarina. Vila Nova de Milfontes também é uma paragem a considerar, onde pode deliciar-se com a gastronomia local, à base de peixe e marisco e chegar ao areal de forma original, ou seja, no típico comboio turístico. Aljezur tem feira de artesanato e em Santa Clara, na Quinta do Barranco da Estrada, pode combinar um passeio para a observação de aves.

Se a ideia for passar alguns dias, não muito longe dali, na Marina da Amieira, na Albufeira do
Alqueva, Portel, pode alugar um barco-casa e viver com a família uma experiência única (www.amieiramarina.com/pt).

SINES EM FESTA

Sines, no distrito de Setúbal, é de 18 a 27 de julho o paraíso dos amantes da chamada música do Mundo. Com 43 espetáculos de artistas que exprimem diversidade humana (de Hermeto Pascoal a Rokia Traoré, de Trilok Gurtu a Femi Kut) , a preços que variam entre os 5 e os 10 euros e alguns com entrada grátis, este é só por si um bom motivo para escolher a cidade atlântica como destino de férias. Mas não só. Boas praias, eventos gastronómicos, arte e atividades lúdicas para todas as idades são coisa que não falta na terra onde nasceu Vasco da Gama.

E quando Sines está em festa decorrerem várias iniciativas paralelas ao festival - gratuitas, como exposições, uma feira do livro e do disco, encontros com escritores, ciclos de cinemas, teatro e ateliês para crianças. O Centro de Artes de Sines possibilita a realização de visitas guiadas ao espaço e a exposições específicas.

A baía do Pontal acolhe o Festival das Tasquinhas, que decorre paralelamente ao festival, dedicado aos sabores locais, capítulo em que a açorda de marisco e a feijoada de búzios ganharam fama e adeptos.

Integrado no Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina, Sines oferece uma experiência paisagística de praias, complexos de dunas, pequenos ribeiros, charnecas e zonas de serra. As praias, entre as mais bonitas de Portugal (como São Torpes, ilha do Pessegueiro ou Porto Covo) oferecem condições ideais para a prática de surf, windsurf, pesca, mergulho e passeios de barco. Para quem prefere ficar em terra, há uma atração a não perder , sobretudo se fizer férias em família: os passeios de burro na Herdade do Pessegueiro (www.facebook.com/herdadedopessegueiro).


GASTRONOMIA NO CRATO

De 28 a 31 de agosto decorre mais uma edição da Feira de Artesanato e Gastronomia do Crato - Festival do Norte Alentejano. O certame destaca o trabalho dos artesãos locais e os bons pratos regionais. Tudo isto animado pela música que todos os anos traz milhares de pessoas à vila. Este ano, no cartaz já estão confirmados nomes como Skunk Anansie, Carlos do Carmo, GNR, Carminho, Diabo na Cruz, Richie Campbell, Os Azeitonas e Melech Mechaya.

As madrugadas serão animadas por DJ no palco After Hours. O bilhete diário custa 6 euros e o passe para os três dias 20 euros. Mas durante o dia também há muito para fazer, desde uma visita à Casa Museu Padre Belo, à Escola de Olaria de Flor da Rosa ou ao histórico Castelo do Crato, passando pelo percurso do Megalitismo ou pelas aldeias históricas Flor da Rosa.

Para os mais pequenos, uma visita ao Parque Temático First Coy ou ao Parque Aquático do Crato é sempre divertido. O bilhete do festival dá acesso ao parque de campismo. A região é rica em pousadas e casas de turismo rural.

NO ESTUÁRIO DO TEJO

Almada vai estar em festa até ao final de julho. Há arraiais, sardinha assada, música portuguesa e a final das marchas populares já a 6 de julho, no Complexo Municipal dos Desportos no Feijó. Aproveite para conhecer um pouco mais da história do local e entre um arraial e outro visite o Castelo de Almada e o Monumento ao Cristo-Rei.

A oito quilómetros tem as praias da Costa da Caparica - eleita pelo Cheapflights, especialista mundial em promoções e comparadores de preços para voos ou férias, como uma das "dez praias onde os viajantes têm garantido o sol de Verão sem perderem a agitação emocionante da cidade". Se tiver licença desportiva pode pernoitar no Parque de Campismo da Costa da Caparica, a 10 quilómetros de Almada e a 15 de Lisboa, onde uma tenda fica a oito euros por dia e a caravana a nove (já inclui uma pessoa - titular da licença).

No Parque Orbitur Costa da Caparica há bungalows para quem dispensar a tenda e preferir dormir debaixo de um telhado (entre 32, 70 e 38,50 para duas pessoas). Já que está tão perto da capital não perca a oportunidade de assistir gratuitamente a concertos, no Museu do Chiado, todas as sextas-feiras às 19h30. Lula Pena abre as hostes neste 5 de julho e Tó Trips, guitarrista dos Dead Combo, fecha a 16 de agosto.

A CIDADE DOS ESTUDANTES

A Universidade de Coimbra, uma das mais antigas da Europa, é agora Património Mundial da UNESCO - símbolo de uma "cultura que teve impacto na humanidade" - e por esta razão e todas as outras é de visita obrigatória neste verão.

Aproveite para conhecer outros monumentos da cidade dos estudantes e também para assistir aos concertos gratuitos, à noite, nas Escadas do Quebra-costas, até 7 de setembro. A meia hora de caminho há mais música. A 26 de julho, José Cid atua na Expofacic em Cantanhede (3, 50 euros) e a 29 de julho é a vez de Carminho e dos Azeitonas (3,50 €) no mesmo palco.

A 35 quilómetros encontra o Parque de Campismo de Quiaios, a norte do cabo Mondego e da serra da Boa Viagem, por 3, 50 euros por adulto, 2 por criança, 3, 50 a tenda e 6 a autocaravana. Para os mais radicais existem trilhos de BTT e condições para a prática de parapente e desportos náuticos. Mesmo ali perto, o extenso areal da praia da Figueira da Foz e, para conforto do estômago, o Festival de Marisco (entre 19 e 28 de julho) ou o Festival de Caldeiradas (entre 6 e 15 de setembro).


NA ROTA DA ARTE NOVA

Uma vez em Aveiro não deixe de fazer a Rota da Arte Nova, passando por pontos como a Vila Africana, a Casa do Major Pessoa, o Edifício da Casa dos Ovos Moles e Coreto do Parque Municipal Infante D. Pedro, entre muitos outros locais. No centro da cidade, no Rossio, vai decorrer, entre 26 de julho e 4 de agosto, a Feira de Artesanato de Aveiro e no Parque de Exposições realiza-se a 21 de julho o 4º Encontro de Motas Antigas e a 1 de setembro o XIV Encontro dos Carochas. Até 26 de julho, Aveiro vai receber 13 concertos no Festim - Festival Intermunicipal de Músicas do Mundo (seis euros em espaços fechados, grátis em espaços abertos).

As praias de Ílhavo, Costa Nova e Barra estão a dois passos - que é como quem diz 15 minutos de carro - e em qualquer uma delas há parque de campismo onde pode montar a sua tenda. O da Costa Nova (4,20 euros por adulto, 2, 15 euros por criança e tendas entre 4, 40 e 6,05 euros) está integrado em plena reserva natural e tem acesso direto e exclusivo à praia. O da praia da Barra (com campo de jogos e minigolfe) fica em 2,35 euros por adulto, 1,25 euros por criança e 2, 45 euros pela tenda. Já que está em Ílhavo fique para o Festival do Bacalhau - de 14 a 18 de agosto - com tasquinhas, exposições, música, cinema, artesanato e show cooking.

PRAIAS DE ÁGUA DOCE

Já de 5 a 7 de julho dê um saltinho à Sertã, no distrito de Castelo Branco, e aproveite na terceira edição do Festival de Gastronomia Maranho e Bucho os petiscos típicos da região. Se quiser aliar a gastronomia à cultura, saiba que até 7 de setembro dura o programa ‘Há cinema nas freguesias', onde os clássicos da sétima arte portugueses são exibidos gratuitamente.

E que tal um mergulho nas praias da rota das Aldeias do Xisto? Pode trocar o mar pelas águas doces das praias fluviais desta rede de aldeias que dispõe também de alojamento (Ver Guia Aldeias do Xisto ou site www.aldeiasdoxisto.pt).

Falamos de 41 praias fluviais em 10 zonas balneares fluviais nas zonas de Proença-a-Nova, Oliveira do Hospital, Oleiros, Pampilhosa da Serra, Pedrógão Grande, Sertã, Miranda do Corvo, Mação, Arganil, Covilhã e Castelo Branco, algumas delas com Bandeira Azul e/ou a distinção Qualidade de Ouro atribuída pela Quercus.

Nas praias ou nas aldeias são diversas as atividades desportivas e de lazer disponíveis: canoagem, rafting, caiaque, percursos pedestres, observação da fauna e da flora, entre outras.

Se andar pela Sertã saiba também que nas imediações da Piscina Municipal dispõe de um extenso parque de merendas para não ter de almoçar num restaurante. E uma vez em Proença-a-Nova não deixe de mostrar aos miúdos o Centro Ciência Viva da Floresta - os adultos pagam 3 euros, as crianças 2 euros e as famílias 6 - onde podem participar em atividades experimentais e ver as exposições permanentes.

DO PORTO ATÉ ESPINHO

Na região do Porto não faltam propostas. Dos parques temáticos como o Planetário ou o Sealife até ao Museu de Serralves, que é grátis até aos 18 anos. A programação de verão da Casa da Música estende-se aos espaços públicos, como a avenida dos Aliados.

No âmbito do Porto Sunday Sessions, todos os domingos, ao final da tarde, há música com entrada livre nos jardins da cidade. O cartaz inclui nomes como Mónica Ferraz, Manuel Fúria ou António Zambujo. Já os amantes do rock têm concertos a um euro no Hard Club de Vila Nova de Gaia.

Aos sábados, a praça Carlos Alberto no centro da cidade do Porto, recebe o mercado Mini Porto Belo, que recria o ambiente do famoso mercado londrino de Portobello. Várias empresas oferecem a possibilidade de conhecer a cidade de bicicleta ou até de segway. O Porto tem as suas próprias iguarias: não se esqueça de experimentar as tripas, os filetes de polvo, e, claro está, a francesinha, de preferência numa tasquinha da ribeira com vista sobre o rio. Os doces da Invicta também não ficam atrás: os ex-libris são as línguas de chocolate da confeitaria Arcádia.

Mas como o verão rima com água, o Porto também tem praia para oferecer, nomeadamente Castelo do Queijo, Foz, Gondarém e Homem Leme. Para os mais radicais, uma visita aos escorregas e tubos do Parque Aquático de Amarante também deve encher as medidas. Do outro lado do Douro há as Caves do Vinho do Porto e as extraordinárias praias de Vila Nova de Gaia até Espinho. É preciso não esquecer que, na primeira cidade, acontece dias 18, 19 e 20 deste mês o Festival MEO Marés Vivas - a música está de regresso à praia do Cabedelo.


DIAS EM TRÁS-OS-MONTES

Comecemos o roteiro de Trás-os-Montes por Bragança, onde não deve descurar uma visita ao Centro de Arte Contemporânea Graça Morais (as taxas de visita são de dois euros). A uma hora e meia de caminho encontra Chaves e o Parque de Campismo Quinta do Rebentão (3, 20 por pessoa, 2 por criança, tenda por 2,60 e autocaravana por 3,50 euros), onde portugueses e estrangeiros aproveitam para fazer também tratamento termal. Tem como vizinho o Tâmega e praias fluviais que vão agradar a toda a família, como a praia fluvial de Segirei.

A 45 minutos, Vila Real dá oportunidade de ouvir gratuitamente vozes como Márcia (6 julho) e Luisa Sobral (27 de julho) nos ‘Concertos de Verão' do Teatro de Vila Real, com animação às sextas e sábados à noite.

Em Macedo de Cavaleiros, a menos de uma hora de carro, também há música: Xutos & Pontapés (5 de julho) na XXX Feira de São Pedro, a decorrer até 6 de julho. É também possível dar um mergulho nas piscinas municipais exteriores de Macedo de Cavaleiros (entre 0,50 euros e 1, 50).

FESTAS MINHOTAS

Se estiver pelo Minho leve a família à Feira do Alvarinho de Monção. Os adultos podem degustar o conhecido vinho em provas e tasquinhas e os miúdos aproveitar a doçaria e o ambiente típico da feira. Vai haver artesanato, antiguidades e velharias para ver (ou comprar) e ranchos folclóricos no palco.

Se for adepto de caminhadas, saiba que no dia 13 de julho há um trilho noturno entre o mar e a montanha de participação livre e com ponto de encontro na Mata Nacional do Camarido.

A dez minutos de carro está o Parque de Campismo de Paço, nas margens do rio Âncora, onde pequenas cascatas convidam às diversas atividades aquáticas.

A menos de um quilómetro está Vila Praia de Âncora, com um extenso areal e condições para desportos como surf e bodyboard. Se quiser pegar no carro tem, a 19 minutos, Viana do Castelo e as festas de Nossa Senhora da Agonia (de 16 a 20 de agosto) com procissões, desfiles, conceção de tapetes floridos, fogo-de-artifício e cortejos etnográficos.

Ver comentários