Barra Cofina

Correio da Manhã

Mais CM
3

Fernando Ribeiro: “Que os políticos tirem a cabeça da areia”

O vocalista dos Moonspell diz que agora é preciso começar a governar com responsabilidade e que face à situação do País a música que calhava melhor era ‘Portugal, Portugal’, de Jorge Palma
19 de Junho de 2011 às 00:00
Fernando Ribeiro: “Que os políticos tirem a cabeça da areia”
Fernando Ribeiro: “Que os políticos tirem a cabeça da areia” FOTO: Natália Ferraz

A música pesada marca o percurso de Fernando Ribeiro, nascido num dia quente de Agosto de 1974. Mas o dono do microfone dos Moonspell é também um escritor: o quarto livro de poesia está a caminho e o primeiro de contos ('Senhora Vingança') saiu este ano. Fernando Ribeiro namora com Sónia Tavares, dos The Gift.

Recém-chegado de Toronto e quase de partida para a Grécia para actuar no Sonisphere (ao lado de Iron Maiden, Mastodon ou Slipknot), Fernando Ribeiro ainda arranja uns dias (às vezes só mesmo umas horas) para matar saudades de Portugal.

"Este vai ser um ano sem férias, porque estamos com a agenda cheia de concertos - é a época dos festivais de Verão na Europa - e, nas pequenas pausas, estamos a gravar o nosso próximo álbum de originais", diz.

Tudo depois de um ano marcado pela bem sucedida digressão acústica ‘Sombra', que mostrou ao público a face mais crua da música dos Moonspell.

A resposta escolhida surge a sublinhado

- Onde é que gostava que os Moonspell actuassem?

a) Índia - "Porque já lá estive e é definitivamente um território a explorar no campo do heavy metal"

b) Havai

c) Alasca

- Que tipo de versão faria para uma canção dos Gift?

a) Uma canção à Kiss

b) Uma balada à ‘Love & Rockets'

c) Um riff que nunca mais acabava...

- Tendo em conta o actual panorama político e económico do País, ‘Alma Mater' continua actualizado porque:

a) Porque era preferível continuarmos orgulhosamente sós

b) Porque é preciso recuperar o orgulho nacional

c) As boas canções não têm prazo de validade

- Qual destas canções escolheria para uma adaptação?

a) ‘Índios da Meia Praia', de Zeca Afonso

b) ‘Portugal, Portugal', de Jorge Palma

c) ‘Ai Destino, Ai Destino', de Tony Carreira

- Acabámos de eleger novo Governo. Qual a sua perspectiva quanto ao futuro de Portugal?

a) Que continue tudo como dantes

b) Que fique tudo pior que antes

c) Que o antes passe a ser apenas uma recordação

d) Outra hipótese: "Que finalmente os políticos tirem a cabeça da areia e vejam que têm de governar para um país e um povo e não conforme as necessidades de meia dúzia de empresas ou pessoas. É uma questão de coragem e humanidade"

- O que deveríamos ter mostrado à troika, mas que eles - infelizmente - não viram?

a) Que apesar da crise somos uma espécie de Brasil na Europa: venham de lá as sardinhas, um cafezinho à beira-mar e praia

b) Que temos génios da música, da matemática, cientistas premiados e outra gente com muito valor que pode gerar dinheiro para pagar à troika

c) A realidade nua e crua das famílias portuguesas: o dinheiro mal chega ao fim do mês

- À mesa, prefere:

a) Caldo verde, pão com azeitonas, chouriço assado e arroz-doce.

b) Umas amêijoas à Bulhão Pato para começar e uma cataplana de marisco

c) Um bitoque e mousse de chocolate a rematar

- Se lhe pedissem para acrescentar um aos Dez Mandamentos, qual destes escolhia?

a) Não sentirás borboletas na barriga ao subir ao palco

b) Não aceitarás um projecto só porque é economicamente apetecível

c) Não aldrabarás a troika

d) Outra hipótese: "Uma boa conduta de vida torna os outros mandamentos omissos. As pessoas devem pensar pela sua cabeça, fazer o que lhes apetece e sofrer as consequências disso. Mais responsabilidade e menos mandamentos"

- Qual é o traço dos portugueses que o emociona?

a) A capacidade de bem receber

b) A capacidade de dramatizar

c) A capacidade de partir

d) Outra hipótese: "A capacidade de sobreviver neste país, que está sempre em crise, sempre ameaçado. A resiliência do povo português impressiona-me"

- Se um amigo estrangeiro lhe pedisse para citar um defeito de Lisboa, qual destes enunciaria?

a) As fachadas dos edifícios históricos sujas e mal cuidadas

b) Uma cidade desabitada de jovens por causa da especulação imobiliária

c) Trânsito desorganizado e poluição 

Ver comentários