Barra Cofina

Correio da Manhã

Mais CM
5

FOMOS CAPAZES

Haverá uma receita de sucesso para uma Exposição Mundial?
25 de Maio de 2003 às 00:00
Sevilha’ 92 foi um ‘case study’ pela negativa. Apesar do sucesso, os organizadores não tinham uma ideia concreta sobre o que fazer com aquele espaço. Hoje, nas margens do rio Guadalquivir, vive uma cidade fantasma, que não atrai turistas. A Expo de Lisboa ganhou à espanhola porque fixou população à posteriori.
Em Hannover, a situação foi diferente. Mesmo assim, a Exposição não atraiu os turistas do Velho Continente, talvez "o tema, ‘Humanidade, Natureza, Tecnologia’, não tenha sido o mais apelativo”, refere a então Comissária de Portugal na Feira Alemã, Simonetta Luz Afonso, acrescentando: “O próprio espaço expositivo já existia”. E se Lisboa aprendeu com os erros de Sevilha, os alemães também se inspiraram na ‘fórmula vencedora’ da Expo’ 98. “Ampliaram o recinto, tornando-o mais apelativo aos turistas, ergueram uma avenida larga onde os países construíram os seus pavilhões e fizeram chegar o Metro e o comboio até lá. Foram muito pragmáticos. No entanto, o espaço não tinha a beleza da nossa Expo”, remata Simonetta Luz Afonso.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)