Hugo Vau: "Acho que foi a minha mãe que me enviou a onda"

A 17 de janeiro, Hugo Vau, que já foi professor, pescador e ainda estudou Psicologia, surfou aquela que terá sido a maior onda da Nazaré – estima-se que teria 35 metros de altura – ‘destronando’ o amigo e antigo companheiro de equipa Garrett McNamara
Por Marta Martins Silva|11.02.18
Hugo Vau: "Acho que foi a minha mãe que me enviou a onda"

A maior onda gigante do Mundo foi surfada pelo português Hugo Vau.

Um mês depois da conquista, o lisboeta de 40 anos ainda se emociona a falar da ‘dádiva’ com que a natureza o presenteou na praia do Norte, na Nazaré, depois de anos à espera dela. Uma história de persistência.

Esteve sete anos à espera desta onda. Um surfista tem de ser paciente?

Há sete anos que eu passo todos os invernos na praia do Norte à espera de ondas grandes. Portanto, pode dizer-se que sim, a paciência é característica do surfista de ondas grandes, porque às vezes são precisos muitos anos para apanhar uma onda destas. É como para um pescador: às vezes tem de estar muitas horas para apanhar aquele peixe e mesmo quando não apanha tem de voltar a tentar porque senão nunca há de apanhar.

Podemos dizer que a pesca então também lhe trabalhou a paciência, uma vez que foi pescador nos Açores na altura em que lá morou…

Na pesca pode-se estar dez dias e no 11º apanha-se peixe que compensa todos os dias em que não se apanhou. Obviamente que uma onda especial como esta é o sonho de qualquer surfista. É algo muito especial e de facto é preciso ter paciência na vida para se ter assim coisas tão especiais.

Esta foi a onda da sua vida?

Posso dizer que sim, pela onda e por tudo o que aconteceu até a apanhar. Eu sempre fiz equipa com o Andrew Cotton e o Garrett McNamara, só que o Cotton lesionou-se e o Garrett estava numa fase mais ausente. Acabei por ficar mais sozinho e há dois meses fiz equipa com o Alex Botelho, um amigo de longa data - achei engraçado termos uma equipa portuguesa que marcasse posição.

Durante muito tempo dedicou-se à condução de motas e aos resgates.

Em 2003 fui ao México e vi este tipo de surf e cativou-me. Quando voltei comecei a fazer este surf rebocado, mas tanto estava na mota como na prancha. Depois, quando me chamaram em 2007 para a Nazaré, foi porque já tinha experiência na condução das motas e das ondas e em 2011 o Garrett [McNamara] precisava de uma pessoa com experiência para fazer segurança na praia do Norte e falou comigo.

Foi aí que se conheceram?

Foi aí que formámos equipa. Na fase inicial passei mais tempo a dar-lhes assistência, a ajudar que eles atingissem os seus objetivos e apanhassem as suas ondas mas depois rapidamente comecei a apanhar umas ondas um pouco acima da média.

Quando o Garrett surfou as ondas que o tornaram mediático estava com ele na praia do Norte?

Estava na água. Tenho estado em todas as sessões da praia do Norte e fui eu que o fui buscar à água.

O que é que o Garrett lhe disse quando surfou agora esta onda?

Deu-me os parabéns e ficou contente. Até esta onda, tinha sido o Garrett a puxar-me para as duas maiores ondas da minha vida.

Não há rivalidades no surf?

O surf é muito de egos mas sempre me dei bem a agir de outra forma, tanto que o Alex não tinha muita experiência com motas e, ao contrário do que se faz nas empresas, em que as pessoas tentam esconder aquilo que sabem, eu ensinei-lhe tudo o que sabia.

E o medo está sempre presente? O medo nunca pode estar presente, o respeito pelo mar sim, mas o medo é o que nos faz tomar as decisões erradas e uma pessoa tem de estar tão focada que não pode haver espaço para o medo. Essencial é ter sangue frio.

A família não o tenta demover desta vida?

A minha mãe faleceu há 15 anos e até acho que foi ela que me enviou esta onda, por alguma razão tem o nome que tem [Big Mama]. Sinto que se há alguma coisa além disto ela está lá em cima a proteger-me e a apoiar- –me. Ao meu pai nunca digo que estou à espera de uma onda grande, só digo depois de surfar [risos]. E a namorada tem muito orgulho.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!