Barra Cofina

Correio da Manhã

Mais CM
4

José Avillez: "Engordei quatro quilos em 15 dias"

Na Cidade do México há milhares de pessoas a comer na rua: gorditas, tacos e nachos
20 de Novembro de 2011 às 00:00
Estou numa região montanhosa e pitoresca a norte da Cidade do México, durante a visita que fiz ao país com vários chefs de todo o Mundo
Estou numa região montanhosa e pitoresca a norte da Cidade do México, durante a visita que fiz ao país com vários chefs de todo o Mundo FOTO: Direitos reservados

Partimos da Cidade do México rumo ao norte, até perto de Tihuana, passando pelo deserto – onde aprendi a identificar a agave, a planta com a qual se faz a tequila e o mezcal, e a extrair as larvas da borboleta gusano, que se põe no mezcal – e viemos até ao mar, na parte leste. Vimos as lutas de galos tal como se faziam antigamente, mas com umas almofadas nas unhas para não se aleijarem, davam só bicadas. Mas esta era uma viagem essencialmente gastronómica. Foi um convite da Rota Aromas e Sabores do México, organizada pela chef Patricia Quintana.

Na Cidade do México há ruas onde só se vende comida. Ao lado do mercado, na rua vendem-se frangos vivos ou cozinhados cortados aos pedaços, assados inteiros, de toda a forma e feitio. Em toda a cidade pode-se sempre comer qualquer coisa. Almoça-se em pé: gorditas, tacos, nachos e tortilha de milho. Há milhares de pessoas a comer na rua. Engordei quatro kg ao fim de 15 dias, confesso, já não podia ver mais picante à frente.

Todos os dias fazíamos sete horas de autocarro. Iam nesta viagem chefs de todo o Mundo. Foram 23 dias. Éramos recebidos em todo o lado com uma simpatia espectacular. Pequenas povoações paravam o dia de trabalho e de escola para nos receberem com danças. Existe, hoje, uma grande procura pela cultura pré-hispânica no México, que se exprime através de danças tribais e da gastronomia.

GUIA DA VIAGEM

O QUE MAIS GOSTEI

Gostei de conhecer a cultura de um povo através da sua cozinha. Acho que nem em dez visitas ao México eu conseguiria ver tanto como vi nesta viagem, afinal eu estava com quem mais sabe de cozinha mexicana.

O QUE MENOS GOSTEI

Percorremos 5 a 6 mil km. Era incontornável que fizéssemos sete horas diárias de autocarro. E isso foi cansativo, embora cantássemos e ríssemos durante a viagem.

NÃO SE ESQUEÇA DE

De longe, o mais interessante é a comida de rua, embora haja alguma que até mete medo, porque são coisas que estão horas ao sol. Ainda assim, acho que não se pode deixar de provar.

FICHA

País: México

Capital: Cidade do México

Moeda: Peso mexicano

Habitantes: 112 milhões (estimativa de 2010)

VAI GOSTAR SE…

é amante de sol e mar e se gosta de tequila

ONDE COMPRAR (*)

VIAGEM

A Ibéria tem voos de Lisboa para a Cidade do México (ida e volta), a partir de 591 euros por pessoa. Já a Air Europa voa, nesta altura do ano, desde os 767 euros.

ESTADIA

A estadia, em quarto duplo por noite, custa desde 24 euros, caso do Corinto Hotel, até 52 euros num duplo por noite em hotel de cinco estrelas como Eurostars Suites Reforma.

(*) As sugestões de transporte e hotéis são indicação da Domingo

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)